Publicidade
Entretenimento
Vida

‘Caverna do Dragão’ ganha desfecho em formato de HQ

Mineiro Reinaldo Rocha ilustrou o final original do famoso desenho de 1983 08/09/2013 às 11:06
Show 1
‘Caverna do Dragão’ ganha desfecho em formato de HQ
Gabriel Machado ---

Uma das maiores frustrações de quem cresceu nas décadas de 80 e 90 foi, sem dúvidas, o súbito cancelamento de “Caverna do Dragão”. Criado por Kevin Paul Coates, Mark Evanier e Dennis Marks, o desenho se despediu do público, em 1986, sem pôr fim na trajetória dos jovens Hank, Eric, Diana, Sheila, Presto e Bobby, transportados a um mundo paralelo após embarcarem em uma montanha russa chamada “Dungeons & Dragons”.

O destino dos protagonistas ficou durante anos uma incógnita, até que, em 1999, em entrevista à extinta revista Herói, Michael Reaves, um dos roteiristas da série, vazou aquele que seria o desfecho oficial da aventura. O capítulo, que desde então circula na Internet em diferentes versões, ganhou vida no formato de história em quadrinho, assinada pelo ilustrador Reinaldo Rocha. “Sou muito fã do desenho. Sempre sofri com a dúvida de se eles voltam para casa”, contou o mineiro de 28 anos ao BEM VIVER.

Intitulada “Requiem”, a HQ causou um verdadeiro alvoroço entre os “órfãos” do desenho, que, na semana passada, não pararam de compartilhar o trabalho de Rocha nas redes sociais. “Um dia, sem nada para desenhar, estava procurando um roteiro na Internet que ainda não tivesse ilustrado. Não achei nada e fui dormir. No dia seguinte, fiz um café e fui assistir ‘Caverna do Dragão’. Pesquisei novamente, achei o texto e comecei a desenhar em quadrinhos”, revelou.

O projeto, iniciado em meados de 2011, serviu como Trabalho de Conclusão de Curso para o ilustrador, que cursava Design Gráfico. “Levou 3 meses para fazer tudo. Demorou mais pois sofri um acidente depois de ter concluído a segunda página, quebrei o pescoço e fiquei sem andar durante um tempo. Como o meu braço doía muito, colei uma página na parede e outra no chão do meu quarto. Desenhava de acordo com a parte dele que doía mais. Quando voltei a andar, colori todas as páginas no computador”, explicou.

DESFECHO

Um dos finais alternativos de “Caverna do Dragão”, que por anos vigorou como o epílogo oficial, apontava que os seis adolescentes estariam mortos e o tal reino fantasioso seria, nada mais, que o Limbo. O desfecho, apesar de sombrio para uma série animada, agradou à maioria dos fãs, Reinaldo incluso. “Durante muito tempo acreditei nesse final e sempre achei genial. Muito ‘evil’, mas genial. Talvez esse até seja o verdadeiro, mas pesado demais para admitir (risos)”, apostou o ilustrador.

No entanto, no roteiro de Reaves, os jovens conseguem derrotar o Vingador, revelado filho do Mestre dos Magos. Após a redenção do vilão, os heróis se deparam com uma importante escolha: voltar ao mundo real ou continuar no Reino. O desfecho não mostra o caminho que os adolescentes optam por seguir, deixando em aberto para uma possível continuação. “Suspeito que o Michael (Reaves) teve limitações, pois a equipe queria uma quarta temporada. Mas achei o final ótimo”, encerrou.

Publicidade
Publicidade