Sexta-feira, 03 de Abril de 2020
PRESENTE DE ANIVERSÁRIO

CD de Arlindo Jr. com toadas acústicas será lançado em maio de 2020

Álbum foi gravado pelo Pop da Selva antes de sua morte. Obra terá 15 faixas com contos e lendas amazônicas entoadas pelo artista no bumbódromo de Parintins e será lançado quando Arlindo completaria 52 anos de idade



30/01/2020 às 20:02

O levantador de toadas Arlindo Jr, conhecido carinhosamente como o Pop da Selva, emocionará mais uma vez fãs e admiradores. O artista, antes de falecer no dia 29 de dezembro de 2019, gravou 15 faixas de um CD acústico de contos e lendas amazônicas entoadas por ele na arena do bumbódromo de Parintins. O lançamento do álbum está previsto para maio deste ano, mês em que o Pop da Selva completaria 52 anos de idade.

Carlos Kaita, produtor executivo do CD, explicou que o projeto de gravar toadas com roupagem acústica existe há sete anos. “A ideia era fazer um CD de raridades. Arlindo ficava receoso de cantar acústico, por uma questão de estilo. Ele gostava da pegada pop e de se movimentar no palco. Até que ele topou e começou a revisitar as toadas que mais gostou de cantar na arena. O CD tem 17 faixas ao total. 15 já estão gravadas na voz de Arlindo”, pontuou.



Das toadas selecionadas, os amantes de boi-bumbá poderão ouvir na versão acústica as canções Oração da Montanha, Odisséia Tupinambá, Pássaro Sonhador, Amor de Iandê, Capricho de Monan entre outras. Em fase de pré-produção, o CD conta com a produção musical de Joel Macklouf , Neil Armstrong e Tilla Jones. E produção executiva de Carlos Kaita e Alindo Neto, filho de Arlindo Jr. Sobre as toadas “Yara em noite de núpcias” e “Mura, o príncipe das águas” que ainda faltam ganhar voz, Carlos Kaita, disse que o público pode aguardar surpresa.


Toadas terão roupagem acústica no último projeto do Pop da Selva. Foto: Arquivo/AC

“Sobre essas duas toadas que restam o público pode esperar uma boa surpresa”, declarou o produtor. “Rosivaldo Cordeiro, que atualmente mora na França, solicitou as toadas ‘Velas Brancas’ e ‘Terço Caboclo’ para produzir lá em Paris. Então, posso garantir que vem um trabalho de qualidade. Esse CD realmente será uma relíquia por que dos trabalhos que tenho com Arlindo nenhum é acústico. Esse é o primeiro de toda a história do Pop da Selva”, complementou Kaita.

Lançamentos a partir de Março

Após o período de festa momesca, já no mês de março estará disponível novamente nas lojas o DVD “Boi dá Samba”, gravado em um shopping da cidade de Manaus, localizado na Avenida Djalma Batista, Zona Centro-Sul da capital, no dia 28 de fevereiro de 2019 e lançado em versão de CD por Arlindo Jr no dia 20 de maio de 2019.

Em abril deste ano, segundo informou Carlos Kaita, estará disponível uma nova remessa do DVD do show “Arlindo Jr – No Teatro da Vida”, gravado em abril de 2017, no Teatro Amazonas e exibido pela TV A Crítica no último dia 29 de janeiro.

“Vamos manter uma agenda para continuar o legado de Arlindo. Em fevereiro iríamos realizar o ‘CarnaPop’, mas, está muito em cima e não será possível.  Em maio teremos o aniversario de Arlindo com o lançamento do CD acústico. E depois a feijoada do Pop. Então, é uma programação voltada para o grande artista que Arlindo é”, ponderou Carlos Kaita.

Prévia

Para esta matéria o produtor executivo do CD disponibilizou ao Portal A Crítica a faixa “Amor de Iandê”, de autoria dos compositores Neyl Armstrong, Hugo Levy e Silvio Camaleão, já em versão acústica e na voz de Arlindo Jr. “Essa é só uma prévia de como está o CD. A toada ainda não está finalizada, mas, já será possível o público ver como está lindo o trabalho”, adiantou.


Mais de Acritica.com

Sobre Portal A Crítica

No Portal A Crítica, você encontra as últimas notícias do Amazonas, colunistas exclusivos, esportes, entretenimento, interior, economia, política, cultura e mais.