Publicidade
Entretenimento
Vida

CD-livro sobre movimento e canções criadas a partir de poemas é lançado em Manaus

Obra 'Lira da Madrugada', de autoria de Mauri Mrq e Zemaria Pinto, será lançada neste sábado (14), às 10h, na Academia Amazonense de Letras (AAL), no Centro 10/03/2015 às 14:53
Show 1
Obra reúne dois livros em formato dupla face e CD com poemas musicados
JONY CLAY BORGES Manaus (AM)

História, poesia e música se combinam em “Lira da Madrugada”, obra que será lançada neste sábado, dia 14, às 10h, na Academia Amazonense de Letras (AAL), no Centro. O CD-livro, de autoria de Mauri Mrq e Zemaria Pinto, enfoca a trajetória do Clube da Madrugada, a partir da história do movimento lítero-cultural e da produção poética de seus representantes de várias gerações. A publicação é da editora Coreli e Jiquitaia.

Combinado de CD e livro, com projeto gráfico de Rômulo Nascimento, “Lira da Madrugada” reúne na verdade três produtos. O disco traz 16 canções, compostas a partir de poemas de 15 escritores do Clube da Madrugada, num trabalho capitaneado pelo artista e compositor Mauri Mrq, com a colaboração de Zemaria Pinto e de especialistas no segmento musical.

A seleção de poesias ficou a cargo de Mauri Mrq, e reúne nomes que participaram do Clube da Madrugada em diferentes momentos. Thiago de Mello, mais velho dos autores escolhidos, aparece com “O testemunho – III - Amar”, enquanto Max Carphentier, o mais novo, integra a seleção com “Do Urutau – A Coroa de Anunciação XXI”.

A seleção tem ainda poemas de autoria de Moacir Andrade, Almir Diniz, Jorge Tufic, Elson Farias e Astrid Cabral, além dos saudosos Anísio Mello, Antísthenes Pinto, Farias de Carvalho, Alencar e Silva, L. Ruas, Alcides Werk, Ernesto Penafort e Luiz Bacellar – que teve dois de seus poemas musicados por Mauri Mrq no álbum, “Rondel do Tucumã [XXIV]” e “Rondel do Cupuaçu [XXVI]”.

Já o livro “Lira da Madrugada”, em formato dupla-face, agrupa dois títulos diferentes: um deles conta a história do projeto e a trajetória artística de Mauri Mrq, trazendo ainda as cifras das músicas contidas no CD; o outro é uma análise da formação histórica do Clube e sua trajetória, de autoria de Zemaria Pinto. A obra traz também análises dos poemas do CD e reproduz, pela primeira vez em livro, o “Manifesto Madrugada”, divulgado originalmente em 1955, na “Revista Madrugada”, um ano após a fundação do Clube.

Cultura e política

Em seu relato, Zemaria busca desfazer a noção “romântica” que se tem da fundação do Clube da Madrugada, lembrando que ela se deu como reação política a um momento de penúria no Amazonas, inclusive em termos de arte e cultura . “As pessoas têm a visão romântica de que o Clube foi criado por um bando de bêbados que, sem ter o que fazer, escreviam poesia. Não era isso: eram jovens e não tinham mesmo o que fazer, mas porque havia um terrível marasmo naquele período”, declara. “É contra esse marasmo que eles se insurgem, buscando investir nos campos da literatura, artes plásticas, sociologia, economia e filosofia, como deixa bem claro o ‘Manifesto Madrugada’”.

Zemaria ainda desfaz a ideia de que o Clube representaria a versão amazonense da Semana de 1922, marco do Modernismo brasileiro. “Isso é até ofensivo: imagine em 1954 se fazer o que havia sido feito em 1922! O Clube, na verdade, está ligado diretamente à Geração de 45, que tem o Thiago de Mello como um de seus principais representantes, e que era uma referência para os jovens de Manaus à época”, defende o escritor.

A partir das canções

“Lira da Madrugada” é resultado de um projeto concebido por Mauri Mrq há mais de 15 anos, a partir de seu trabalho na “Mínima Ópera Poética Amazônica”. A montagem levou o produtor musical – já com vários espetáculos teatrais no currículo – a criar versões musicais de poemas de autores amazonenses. Mrq tirou daí a ideia de um CD apenas com poemas musicados de autores do Clube da Madrugada; mais tarde, o projeto evoluiu para o CD-livro, com a participação de Zemaria.

A proposta do trabalho, segundo Zemaria, é trazer um pouco da história e da produção literária do Clube da Madrugada de forma acessível a leitores e ouvintes. “É uma tentativa de popularizar o Clube. Tanto quanto a poesia e a música, o trabalho literário pode ser também legal e gostoso de se ler”, conclui.

Perfil: Zemaria Pinto

Aos 58 anos, mestre em Estudos Literários e especialista em Literatura Brasileira, Zemaria Pinto tem 18 livros publicados em gêneros diversos: poesia, literatura infantil e juvenil, teatro e ensaios – entre estes, está “A invenção do Expressionismo em Augusto dos Anjos” (2013). Tem uma dezena de livros inéditos, inclusive três de contos, gênero ao qual tem se dedicado nos últimos anos. É dramaturgo, com seis peças encenadas – entre elas “Nós, Medeia”, em 2012, com direção de Gerson Albano, e “Onde comem 3 comem 6”, no ano passado, pela Vitória Régia – e outras tantas inéditas. Desde 2004, é membro da Academia Amazonense de Letras, onde atualmente ocupa a função de diretor de Eventos, promovendo palestras e debates.

Perfil: Mauri Mrq

Amazonense de Manaus, iniciou a carreira artística aos 19 anos, desenvolvendo ao longo do tempo pesquisa em torno da música instrumental brasileira, fazendo a direção musical de vários espetáculos de diversos grupos de dança e teatro, entre eles o Dança Viva, Grupo Origem e Cia. Vitória Régia, fundando, posteriormente, o Núcleo de Teatro Jiquitaia, onde continuou a função de Direção Musical e Produção de espetáculos, dentre eles das peças “A maldição de Acauã”, de Darcy Figueiredo, “As filhas da terra”, de sua própria autoria, e “A derrota do mito”, de Tenório Telles, com direção de Theo Correa. Nos últimos 18 anos, tem se dedicado a musicalizar e interpretar poemas de autores amazônicos.

Serviço

O que é Lançamento do CD-livro “Lira da Madrugada”, de Mauri Mrq e Zemaria Pinto

Onde Academia Amazonense de Letras, rua Ramos Ferreira, 1.009, Centro

Quando Sábado, dia 14, às 10h

Quanto Gratuito e aberto ao público em geral, observando traje esporte. O CD-livro poderá ser adquirido ao preço promocional de lançamento de R$ 40

Info (92) 3342-5381

 

Publicidade
Publicidade