Quarta-feira, 26 de Junho de 2019
Vida

Celebração do consumo fashion FNO chega ao Rio de Janeiro

Edição de 2013 do Fashion’s Night Out (FNO), evento organizado pela Vogue, movimenta os shoppings da capital carioca



1.jpg Looks e peças que são apostas recebem etiqueta Vogue Indica
18/09/2013 às 10:24

Reconhecidos como expoentes máximos da moda no Rio de Janeiro, o Rio Design Barra, Village Mall e o Fashion Mall desfrutaram de uma movimentação diferente nessa terça-feira (17). Escolhidos para sediar a edição de 2013 do Fashion’s Night Out (FNO) na capital carioca, evento organizado pela Vogue, os shoppings receberam celebridades, jornalistas da área e entusiastas de moda em geral ávidos para conferir as dicas dadas pela revista.

O FNO tem a missão de ser a “celebração do consumo fashion”, acontecendo em diversos países sob o comando da Vogue. A revista se encarrega de selecionar looks em lojas eleitas a dedo, de acordo com a linha já seguida em suas publicações, promovendo, assim, uma interação mais próxima com o leitor. O Rio de Janeiro foi a segunda capital brasileira a receber a programação do FNO 2013, que antes passou por Curitiba, e após a cidade maravilhosa, segue para São Paulo, Vitória e Belo Horizonte respectivamente.

É a primeira vez que o evento sai do eixo RJ/SP. A inclusão das demais capitais coloca o evento feito aqui na frente dos demais FNO’s do mundo todo. O diretor de moda da Vogue Brasil, Giovanni Frasson, conversou com A CRÍTICA a respeito do desafio desta edição e ressaltou o caráter democrático da mesma.

“Além de movimentar o mercado, FNO faz com que o público tenha acesso aos estilistas e às modelos, além de disponibilizar palestras e ações em geral. Enfim, o time inteiro da Vogue cai de cabeça no sentido de desmistificar que nossa revista é algo inatingível. É um presente nosso aos consumidores. Prezamos pela qualidade sim, porque acreditamos que é preciso tratar-se bem, mas nisso o que menos importa é a marca ou o valor. O que importa é o estilo”, explicou.

Amazônia

Mesmo que o FNO tenha começado recentemente a desbravar as demais regiões do país, a equipe da Vogue não é nem um pouco estranha à moda amazônica: Frasson, por si, fala com propriedade dos trabalhos já realizados no estado. “Tivemos o prazer de fazer seis edições de Vogue na Amazônia. Já levei Luiza Brunet, Gisele Bündchen e Ana Beatriz Barros para lá; já fotografei em Parintins na tribo dos Sateré-Mawé no Rio Andirá. Amo a Amazônia e sei que o povo manauara tem uma relação bastante interessante com a moda. É só chamar que a gente vai”.

Durante a movimentação do Village Mall, a diretora de redação da Vogue Brasil, Daniela Falcão, também falou com A CRÍTICA sobre a estreia de Curitiba (realizada no Shopping Mueller) no FNO, deixando no ar uma dica para outras cidades interessadas em sediar o evento. “A grande lição que Curitiba deixa é que mesmo uma cidade iniciante é capaz, já no primeiro ano de FNO, aumentar suas vendas e sediar um belo evento se contar com a mobilização certa”, frisa.

High low

Dentre os looks que a Vogue acredita serem indispensáveis para o verão 2014, uma coisa é certa: prezou-se pela variedade. Há combinações de grifes de luxo e de marcas mais acessíveis, possibilitando a composição do famoso high low (peças caras e simples em um mesmo look) consagrado pela revista.

Daniela Falcão, ao lado da diretora de estilo da revista, Donata Meirelles (e mãe da it blogueira Heleninha Bordon), fez questão de valorizar, sobretudo, a atitude.

“Dá para você comprar moda com qualidade em lojas mais baratas. Este shopping (Village Mall) é a alma da revista, mas a leitora da Vogue também sabe fazer o high low. Compra na Gucci mas também compra na Riachuelo”, afirma Daniela.

Para Donata, o empurrãozinho da revista é fundamental. “Não é comprar loucamente. É comprar seguindo uma orientação. A brasileira sabe bem o que gosta, mas ela adora o aval da Vogue”, encerra.

Receba Novidades

* campo obrigatório

Mais de Acritica.com

Sobre Portal A Crítica

No Portal A Crítica, você encontra as últimas notícias do Amazonas, colunistas exclusivos, esportes, entretenimento, interior, economia, política, cultura e mais.