Publicidade
Entretenimento
CULTURA

Cinco museus estão com programações especiais para fim de ano em Manaus

De história à flora amazônica, a reportagem do Portal A Crítica selecionou cinco museus da capital que valem a pena visitar nas férias. Confira 27/12/2017 às 10:23
Show igreja 2
Item antigo faz parte do Museu Casa Eduardo Ribeiro (Foto: Divulgação)
Juan Gabriel Manaus (AM)

Manaus guarda consigo alguns atrativos que ajudam a ilustrar uma história que já dura mais de três séculos de existência. Entre obras que retratam o cotidiano do amazonense, acervos de personagens importantes na trajetória da capital e até os encantos da fauna e flora amazônica podem ser vistos de perto pelo público em museus espalhados pela cidade. Para este final de ano, boa parte destes espaços está com programações especiais, incluindo visitações gratuitas ou a preços especiais, sendo ótimas alternativas para o tempo livre.

Museu Tiradentes

Criado em 1984 graças à iniciativa do então Comandante Geral da Polícia Militar (PM) Cel. Elcio Motta, o Museu Tiradentes possui um acervo formado por dezenas de objetos de cunho militar como armas, uniformes, equipamentos do Corpo de Bombeiros, documentos, fotografias, distintivos e condecorações, tudo parte da exposição permanente “Flagrantes da História”. O museu fica localizado no Palacete Provincial da Praça Heliodoro Balbi (Praça da Polícia), Centro, e fica aberto para visitação de terça a sexta, das 9h às 14h.

Pinacoteca do Estado

Fruto do imaginário do consagrado artista plástico Moacir Andrade, a Pinacoteca do Estado do Amazonas foi criada em 1965 como uma forma de abrigar as obras de arte de artistas amazonenses, o que para Andrade à época, era uma carência. Hoje, o espaço que funciona no Palacete Provincial da Praça Heliodoro Balbi (Praça da Polícia), Centro, possui mais de mil peças abrangendo produções de artistas brasileiros do Século XIX e XX, enfatizando os artistas locais. Atualmente, conta com as exposições “Luz – Panorama das artes plásticas no Amazonas”, “Presença e Ausência de Luz” e “Luz e Movimento”, abertas de 9h às 14h.

Museu Homem do Norte

O modo de vida nortista é retratado através dos mais de dois mil itens que constituem o Museu Homem do Norte. Criado em 1985, o espaço passou por algumas mudanças até reabrir as portas em 2011, no Centro Cultural Povos da Amazônia, situado na Bola da Suframa, Distrito Industrial. As peças presentes no local ajudam a desenhar o cotidiano das populações amazônidas, o que inclui seus meios de transporte, alimentações, habitações, festas, artesanatos e religiosidades. O Museu Homem do Norte ainda conta com o Cine Silvino Santos que realiza exibições de filmes e documentários esporadicamente. Seu funcionamento é de segunda à sexta, das 9h às 14h.

Museu Casa Eduardo Ribeiro

Um dos principais personagens da história do Amazonas e nome de uma das mais famosas avenidas da capital, Eduardo Ribeiro tem sua vida revisitada em um museu homônimo que fica localizado na Rua José Clemente, 322, Centro. No local é possível encontrar móveis e utensílios típicos de casas de classe alta da sociedade manauara nos anos 1890/1900, reconstituído graças ao arrolamento de bens do ex-governador, parte disso presente na exposição permanente Exposições Cenográficas de Época – Vida e Obra do Governador Eduardo Gonçalves Ribeiro. O espaço fica aberto de terça a sexta, das 9h às 14h.

Museu da Amazônia (Musa)

Parte da riqueza que se esconde na maior floresta tropical do mundo pode ser explorada pelos visitantes do Museu da Amazônia. O museu promove um passeio auto-guiado que inclui visitar a recém-lançada exposição “Aturás, mandiocas, beijus”, a exposição “Sapos, peixes e musgos”, o orquidário, o bromeliário, o lago de vitórias-régias, trilha das aráceas e aquário de peixes amazônicos, por apenas R$10. Além disso, os visitantes podem se aventurar pelas trilhas na Reserva Florestal Aldopho Ducke ou até ver a Amazônia a 42 metros de altura na Torre de Observação do Musa, ambos no valor de R$20 por pessoa, com direito a meia-entrada. O Musa fica localizado na Avenida Margarita (antiga Uirapuru), bairro Cidade de Deus e funciona diariamente, exceto quarta, de 8h30 às 16h.eno La Niña.

Destaque

Todos os museus citados, com exceção do Musa, estão com visitação gratuita até sexta (29). Além deles, espaços como Museu da Imagem e do Som do Amazonas, Museu Numismática do Amazonas, Museu Arqueologia também estão abertos gratuitamente

Publicidade
Publicidade