Quinta-feira, 18 de Abril de 2019
publicidade
1491599282714565.JPG
publicidade
publicidade

MEMÓRIA

Cineasta Roberto Kahane recupera filme 'desaparecido' de Silvino Santos

Em "O golpe tenentista de Ribeiro Júnior", de 1924, Silvino registrou uma das páginas da história amazonense


07/04/2017 às 18:22

Num curta-metragem de dez minutos de duração, vê-se as tropas federais do general Menna Barreto desembarcando em Manaus para conter a rebelião tenentista liderada por Ribeiro Júnior. O ano era 1924, e por trás dessas imagens raras e poucas vezes vistas estava o cineasta Silvino Santos, hoje considerado um dos pioneiros dessa arte na Amazônia. Descoberto e recém-restaurado pelo também cineasta Roberto Kahane, o filme será exibido neste sábado (8), em duas sessões comentadas no Casarão de Ideias (Rua Monsenhor Coutinho, 275, Centro).

O trabalho de resgate dessa obra, até agora dada como desaparecida pela Cinemateca Brasileira, começou em 2016, quando Kahane foi contemplado no edital de Conexões Culturais da Manauscult. Mas a relação dele com o acervo de Silvino Santos remonta ao final dos anos 60, no momento em que um jovem aspirante a cineasta teve a chance de conhecer o pioneiro, um desconhecido para aquela geração.

“Em 1969, aconteceu em Manaus um festival de cinema brasileiro em que eu fui premiado com a produção de um filme. Naquela oportunidade, também fizemos uma homenagem ao Silvino Santos, que eu acabei conhecendo”, lembra Kahane, responsável pelas imagens dos últimos dias de Silvino, que viria a falecer pouco tempo depois.

“Eu passei a ter contato com o filho dele, o Guilherme, que após a morte do pai me chamou para ver o acervo que ele guardava em casa, ao lado do Cine Éden. Lá tinha muitos equipamentos, fotografias, e o quintal estava abarrotado de latas de fitas enferrujadas, ao relento. O Guilherme ofereceu algumas coisas para eu levar, então botei numa caminhonete e levei”.

Nessa época, Kahane estava morando no Rio de Janeiro e resolveu converter as antigas fitas de nitrato de Silvino para um suporte mais moderno. Décadas depois, já nos anos 90, veio a surpresa: “Fui mexer no meu arquivo e encontrei uma lata não identificada que eu ainda não tinha visto. Dentro, num cantinho, tinha escrito ‘O golpe tenentista de Ribeiro Júnior’”, relembra o cineasta, que pertenceu a um grupo de escoteiros batizado com o nome do tenente rebelde.

“Peguei esse material e levei para assistir num cinema. Eu via as tropas de Menna Barreto subindo a Eduardo Ribeiro, as festas em homenagem a ele no Ideal Clube... Aquele registro me emocionou demais”, diz.

Com a abertura do edital da Manauscult, Kahane viu a possibilidade de restaurar e digitalizar o curta-metragem, que ele ainda espera lançar em DVD junto com um livreto produzido durante o projeto. Além do orgulho pessoal de ter conduzido esse resgate, o cineasta espera dar sua contribuição para o conhecimento dessa página da História amazonense.

“A ideia é disseminar para essa nova geração que acha que o mundo começou com a Internet. Não sou historiador, sou cineasta, o que não deixa de exigir pesquisa, lealdade à História e olhar crítico. Nesse filme do Silvino, por exemplo, vemos que o povo que ovacionou a figura do Ribeiro Júnior como redentor do Amazonas, 40 dias depois estava na rua batendo palmas para a chegada do algoz do antigo herói”.

Serviço

o quê: Sessão comentada do filme “O Golpe Tenentista de Ribeiro Junior”, de Silvino Santos, com Roberto Kahane
quando: Sábado (8), às 17h e 19h
onde: Casarão das Ideias (Rua Monsenhor Coutinho, 275, Centro)
infos.: (92) 3633-4008

publicidade
publicidade
Dificuldade de aprendizagem em crianças é tema de workshop em Manaus
Karateca amazonense realiza últimos preparativos para disputa na Bolívia
publicidade
publicidade
publicidade
publicidade

publicidade
publicidade

Sobre Portal A Crítica

No Portal A Crítica, você encontra as últimas notícias do Amazonas, colunistas exclusivos, esportes, entretenimento, interior, economia, política, cultura e mais.