Publicidade
Entretenimento
Vida

Circuito em Manaus ganha mostras no Sesc Centro, Galeria do Caua e O Alienígena

A exposição reúne dez fotografias, parte delas impressas sobre lona plástica de 1m x 80cm; um vídeo sobre tatuagem 19/08/2013 às 09:39
Show 1
As exposições reúnem artistas de diferentes origens e trajetórias, e obras em diversas técnicas
JORNAL A CRÍTICA ---

O circuito de arte de Manaus recebeu na última semana três novas exposições, que reúnem artistas de diferentes origens e trajetórias, e obras em diversas técnicas. São elas “Pedra”, mostra multimeios de Cristóvão Coutinho; “Luas”, da artista plástica piauiense Yolanda Carvalho; e “Adejo”, com criações de três artistas do coletivo de mesmo nome. Todas as exibições são abertas ao público.

Aberta na última sexta-feira, na Galeria do Caua, “Pedra” reflete sobre esse objeto e explora seu conceito em peças produzidas a partir de variadas linguagens. A exposição reúne dez fotografias, parte delas impressas sobre lona plástica de 1m x 80cm; um vídeo sobre tatuagem, numa metáfora do corpo humano como pedra; e uma instalação com sacos de lixo no centro da galeria.

Completam o inventário da mostra algumas pedras de origem curiosa, encontradas na cabeça do peixe pescada. “Nessa exposição eu quis representar a pedra em situações em que ela, além de ter o próprio uso como pedra, tem outras metáforas, como sendo suporte para ações humanas”, afirma Coutinho. A exibição tem curadoria de Óscar Ramos.

Feminino coletivo

Aberta também na sexta-feira, no Espaço Cultural O Alienígena, a exposição “Adejo” reúne criações das artistas Ana Carolina Pas, Kathariny Belchior e Susy Freitas. Integrantes do Coletivo Adejo – comspoto ainda por Mandy Muniz e Priscila Fierro –, elas apresentam obras com diferentes temáticas e linguagens artísticas numa exibição informal no espaço cultural do Centro.

Ana Carolina, por exemplo, expõe uma série de intervenções sobre reproduções de fotografias de escritores, músicos e outros artistas. Intitulada “Noese” e exposta num pequeno varal, a série inclui ícones como o escritor Charles Bukowski e o cantor e compositor Tom Zé. Kathariny, por sua vez, exibe “Renascer en tu cuerpo”: trata-se de uma série de quatro fotografias que exploram o nu artístico, produzidas em câmera digital em P&B. Já Suzy exibe obras em pequenos formatos feitas em acrílico sobre tela.

Arte na madeira

“Luas”, em cartaz desde a última quarta-feira no Sesc Centro, reúne xilogravuras resultantes da bricolagem de técnicas, gravadas em madeiras de topo e de fio. A artista Yolanda Carvalho faz uso de duas cores opostas e complementares: O vermelho vivo encarnado, alegre, que dialoga com a cultura raiz; e o preto profundo da tinta de impressão e o branco do papel.

Professora, artista plástica, gravadora e ilustradora, Yolanda tem formação em Artes Plásticas e estudou xilogravura com grandes nomes da criação nordestina, como J.Borges, Bezerros, em Pernambuco, e Abraão Batista, no Ceará. “Luas” faz parte do projeto Amazônia das Artes, do Sesc, que busca estimular e difundir a produção artístico-cultural da região Amazônica.

Serviço

O que é: Exposição “Pedra”, de Cristóvão Coutinho

Onde: Galeria do Centro de Artes da Ufam (Caua), rua Monsenhor Coutinho, 724, Centro

Quando: Visitação de segunda a sexta-feira, das 14h às 18h. Até 10 de setembro

Quanto: Gratuito


O que é: Exposição “Adejo”, com artistas do Coletivo Adejo

Onde: Espaço Cultural O Alienígena, rua Lima Bacury, 64C, Centro

Quando: Visitação de segunda a sexta, das 8h às 18h, e sábados, das 8h às 13h30. Até 4 de setembro

Quanto: Gratuito


O que é: Exposição “Luas”, de Yolanda Carvalho

Onde: Hall do Sesc Centro, rua Henrique Martins, 427

Quando: De segunda a sábado, no horário de funcionamento do Sesc. Até 30 de agosto

Quanto: Gratuito

Publicidade
Publicidade