Publicidade
Entretenimento
RELEITURA

Com André Mattos e Leonardo Miggiorin, peça 'O Empréstimo' chega a Manaus

Os ingressos já estão disponíveis na bilheteria do Teatro Manauara no valor de R$ 40 a inteira e R$ 20 a meia, para as sessões de 17h e 19h. O espetáculo fez sucesso de crítica e público em temporada no Teatro Folha, em São Paulo 06/07/2017 às 05:00 - Atualizado em 06/07/2017 às 11:59
Show bv0106 3f
(Foto: João Caldas/ Divulgação)
Alexandre Pequeno Manaus (AM)

Quase todo mundo já se viu nessa situação: estar numa sala de um banco solicitando um empréstimo que irá sanar todas as dívidas. Pois é, a situação comum para diversas pessoas em todo mundo é o enredo da comédia "O Empréstimo", estrelada pelos atores André Mattos e Leonardo Miggiorin, que será apresentada no Teatro Manauara em duas sessões que acontecerão no próximo domingo, 9 de julho. Os ingressos já estão disponíveis na bilheteria do Teatro Manauara no valor de R$ 40 a inteira e R$ 20 a meia, para as sessões de 17h e 19h. O espetáculo fez sucesso de crítica e público em temporada no Teatro Folha, em São Paulo.

O texto “El Crédito” (O Empréstimo) é do espanhol Jordi Galceran, famoso autor de “O Método Grönholm”, cuja obra já foi encenada no Brasil com o ator Lázaro Ramos. O diretor Isser Korik diz que o texto “O Empréstimo” lhe chamou a atenção pela atualidade da história. Segundo ele, a crise econômica no Brasil como em todo o mundo tornou comum a necessidade de, em algum momento, as pessoas solicitarem empréstimos a uma instituição financeira. Mas o que na peça surpreende é o argumento que o cliente encontra para convencer o gerente a conceder os recursos.

Isser Korik conta que a encenação dá total foco aos atores e ao texto. “Temos um texto muito bem escrito e excelentes atores. Não há necessidade de muitos recursos de cenário ou qualquer efeito visual. O mais importante é desenvolver o jogo na atuação de André Mattos e Leonardo Miggiorin. Eles são atores de gerações diferentes e cada um carrega influências diversas. Cada um tem seu estilo e por isso decidi trabalhar com este contraste, inclusive energético”, explica.

Personagens

O ator André Mattos conta que se interessou pelo projeto imediatamente após a leitura do texto. “Gosto porque é comédia bastante contemporânea. O texto mostra o conflito entre o indivíduo e a instituição financeira. Antigamente a palavra era valorizada. Hoje a palavra não vale nada. Minha personagem não é o banqueiro, é um homem que tem o poder de tomar decisões. Mas ele está amarrado a uma série de regulamentos que determinam e limitam o seu poder”, comenta o ator que atualmente mora em Los Angeles e voltou ao Brasil especialmente para fazer “O Empréstimo”; gravar “Belaventura”, próxima novela da Record TV; e divulgar quatro longas-metragens: “O Nome da Morte”, de Henrique Goldman; “Divórcio 190”, de Pedro Amorim; “Aconteceu na Quarta-feira”, de Domingos Oliveira; e “Ninguém Entra, Ninguém Sai”, de Hsu Chien.

Leonardo Miggiorin, que vive o cliente do banco, diz que encontra no texto todos os ingredientes para fazer uma comédia ágil e muito inteligente. “O início do texto apresenta uma situação engraçada. Depois a peça vai mostrando aspectos das personagens, como, as diferenças sociais e o sentimento de impotência do indivíduo diante da força institucional. Todas as informações vão entrando na peça para valorizar ainda mais o efeito cômico”, diz.

Publicidade
Publicidade