Publicidade
Entretenimento
FESTA VERMELHA

Com curral lotado, Boi Garantido lança CD 2018 'Auto da Resistência Cultural'

A festa comemora um trabalho de produção musical que apresentou 21 toadas e um grupo de seletos cantores, enriquecendo ainda mais esse conjunto sonoro de toadas 25/03/2018 às 13:19
Show boi garantido 1
Todas as frisas, camarotes, área vip e demais espaços da Cidade Garantido ficaram lotados (Foto: Divulgação)
acritica.com* Manaus (AM)

Com um mar vermelho na Cidade Garantido, o boi da Baixa do São José lançou o CD 2018 "Auto da Resistência Cultural". A festa, realizada na noite de sábado (24), comemora um trabalho de produção musical que apresentou 21 toadas e um grupo de seletos cantores, enriquecendo ainda mais esse conjunto sonoro de toadas

As bandas Miscigenação e Ajuri abriram o show. O Garantido preparou uma apresentação especial para cada toada com coreografias executadas pela Companhia de Dança Garantido Show e aparição dos itens individuais. A cadencia da batucada deu ritmo à festa, ao comando do apresentador Israel Paulain e do levantador de toadas Sebastião Júnior. "Foi uma festa incrível que celebra um CD maravilhoso. A nação vermelha e branca tem as melhores toadas do festival", destacou Paulain.

O torcedor da Baixa lotou o curral. Todas as frisas, camarotes, área vip e demais espaços da Cidade Garantido ficaram lotados. Desde as primeiras horas de sábado o movimento foi intenso na Cidade Garantido à procura do CD e da camisa oficial do bumbá. O lançamento obteve o sucesso esperado. "A festa foi maravilhosa totalmente. As toadas são muito boas, fáceis de cantar. Até as coreografias estão fáceis de dançar", disse a sócia do Garantido, Edsandra Brito.

CD Auto da Resistência Cultural

O CD 2018 é composto por 21 toadas e desde do início de fevereiro tem boa repercussão na cidade, inclusive com visibilidade nacional através da toada Perrechés do Brasil. "Estou feliz pela aceitação e repercussão que a toada está tendo", revelou o compositor vermelho, Ivo Meireles

Foram 30 dias de pré-produção, produção, gravação, mixagem e masterização. A voz principal é de Sebastião Júnior com participação de Israel Paulain, Márcia Siqueira,  Emerson Maia, coro uníssono dos intérpretes Robson Júnior, Leonardo Castelo, Salomão Rossy, Márcia Novo, Carlinho do boi e Ricardo Lira. A toada Perrechés do Brasil trouxe os intérpretes de renome nacional Xande de pilares, Anderson do grupo Molejo, Dudu Nobre, Andrezinho do Molejo e ainda o compositor carioca Ivo Meirelles.

A produção musical foi feita pelos músicos Alder Oliveira, Paulinho do Sagrado, Enéas Dias e Pelado. Segundo Alder, "a proposta é inovar com timbres diferenciados, backs com arranjos trabalhados, percussão afinada e bem executadas pelos batuqueiros da Baixa".

*Com informações de assessoria de imprensa

Publicidade
Publicidade