Terça-feira, 18 de Junho de 2019
Música

Com nova formação e repertório, Black Jack retorna com show neste sábado

Banda amazonense de pop rock apresenta nova proposta em apresentação no dia 8 de junho, a partir das 17h, na Casa Cinco Pub



Black_BFDA8C81-31A7-44A0-A30A-0495E2BF892E.jpeg Nova formação: Douglas Abreu, Silvana Azulay, Rodrigo Junqueira, Afra Raquel, Chrystian Pinheiro, Tricia Lima e Fábio Saboia (Divulgação)
06/06/2019 às 14:36

De um encontro informal entre amigos músicos de bandas conhecidas do cenário local, como Overload e Juke Box, nasceu, há nove anos, a Black Jack, banda que tocava um repertório lado B do rock nacional 80. Após vários shows de sucesso em diversas casas noturnas da cidade, o grupo deu uma parada nos últimos dois anos, após saída do então vocalista Evaldo Pinheiro. Com nova formação, repertório e proposta totalmente inovadoras, a ‘Black’ retorna aos palcos em clima de celebração neste sábado, 8 de junho, no Casa Cinco Pub, Vieiralves, a partir das 17h.

“O Evaldo foi morar em Floripa e a banda parou por dois anos. Um dia meu amigo irmão Sandro Rodrigues perguntou se a Black poderia tocar em seu aniversário e todos toparam, ensaiamos e fomos pro show, foi maravilhoso! Depois de um tempo, o Binho (Fábio Saboia) me liga e sugere fazer um especial de bandas que curtimos, Barão Vermelho e Legião Urbana. Porém senti que a banda precisava de mais cordas, queria mais harmonia, e para esse especial convidei a guitarrista Silvana Azulay, que já tocava comigo na Overload; a Tricia Lima, da banda Lotus, que já tocava com a Sil, assumiu o baixo e fui pro violão. Convidei vários amigos para fazerem participação especial e a energia foi linda! Foi tão bom que convidamos as meninas para continuarem na banda. Há dois meses, convidei a Afra para fazer um som conosco e ela se encaixou lindamente na banda, fizemos o convite para ela se integrar, e ela topou! Agora neste show começaremos uma nova história”, conta o músico e um dos fundadores, Chrystian Pinheiro.

Médica oftalmologista de profissão e cantora de coração, Afra Raquel sempre esteve envolvida com a música, tendo assumido o vocal de bandas como Maxine e Rádio Blá, nos anos 2000, além de manter até hoje um projeto anual da confraria do Rock no Porão do Alemão intitulado Afra’n’ The Môneos. A cantora também ficou afastada da cena manauara nos últimos anos para estudar fora e agora retornou, trazendo uma nova energia ao repertório da Black. 

“Passei cinco anos e meio fora de Manaus e saí da cena de música, voltei em 2015. Dava palhinha em shows de amigos e quando foi agora o Chrystian me convidou para o ensaio e entrei na banda. A proposta acabou mudando, e estamos com um repertório bem mais diversificado, que traz desde algumas dos anos 80, como Blitz, passando por coisas atuais como Natiruts, Melim e também internacionais como Alanis, Amy. Nosso intuito é ter um show bem dançante e com uma vibe leve”, adianta.

“A Black é uma banda que tem alma leve, o repertório é pra cima. O show está muito gostoso, as músicas são conhecidas, são boas de ouvir, não são apelativas. Estamos muito dedicados e envolvidos nesse repertório e esperamos um show muito legal. É uma mistura comigo, Rodrigo, Douglas e Binho que somos mais antigos, com as meninas mais novas e a Afra, que abriram os horizontes da banda”, afirmou Pinheiro.

 

Serviço

O quê: Black Jack apresenta nova formação e repertório

Quando: Sábado, 8 de junho, a partir das 17h (happy hour)

Onde: Casa Cinco Pub (rua Amapá, 5, Nossa Sra das Graças)

Quanto: 17h às 18h mulher não paga e a partir das 18h, R$ 20 preço único.

 

Receba Novidades

Editora de A Crítica

Mais de Acritica.com

Sobre Portal A Crítica

No Portal A Crítica, você encontra as últimas notícias do Amazonas, colunistas exclusivos, esportes, entretenimento, interior, economia, política, cultura e mais.