Publicidade
Entretenimento
FESTIVAL

Com o investimento de R$ 2 milhões, Festival Amazonas de Ópera volta a ser realizado

Na 19ª edição, o evento deverá ocupar três palcos diferentes: Teatro Amazonas, Teatro da Instalação e o próprio Palácio da Justiça, com um total de 20 apresentações. Metade do valor do evento foi patrocinado por empresas privadas atuantes no Estado 22/03/2016 às 15:38
Show centro cultural palacio justica manaus acrima20160322 0011 1
O anúncio foi feito em uma coletiva de imprensa, na manhã desta terça-feira, no Centro Cultural Palácio da Justiça, Centro de Manaus (Natália Caplan)
NATÁLIA CAPLAN MANAUS

O Festival Amazonas de Ópera (FAO) será realizado no período de 1º a 31 de maio deste ano. O anúncio foi feito em uma coletiva de imprensa, na manhã desta terça-feira, no Centro Cultural Palácio da Justiça, Centro de Manaus. Na 19ª edição, o evento deverá ocupar três palcos diferentes: Teatro Amazonas, Teatro da Instalação e o próprio Palácio da Justiça, com um total de 20 apresentações. Sete serão gratuitas e 13 pagas, com ingressos de R$ 2,50 a R$ 50.

De acordo com o titular da Secretaria de Cultura (SEC), Robério Braga, também haverá algumas modificações estruturais. Os figurinos da montagem "Adriana Lecouvreur", por exemplo, foram feitos na capital amazonense, e na parte do elenco da montagem e cenários virão se São Paulo. Será a primeira coprodução do FAO com o paulista Theatro São Pedro, que receberá o espetáculo em abril.

Tradicionalmente realizado entre abril e maio, o Festival Amazonas de Ópera não teve edição em 2015, por causa da crise econômica nacional. Com o investimento de R$ 2 milhões,esta edição será a primeira com ajuda de patrocínio privado. O Estado entrará com metade dos recursos mais a contratação de quase 100% da mãe de obra amazonense e o restante será da Lei de Incentivo à Cultura Bradesco.

"Manaus era conhecida por ser uma cidade que teve tudo e não tem mais nada, por falta de continuidade. Hoje, mudamos isso", enfatizou Braga. "Tudo será feito com a mesma qualidade técnica e artística, mobilizando todos os grupos criados pela secretaria e pela Universidade do Estado do Amazonas [UEA]", completou.

Na programação acadêmica, as palestras, workshops e aulas serão realizadas em Manaus e Parintins (a 420 quilômetros da capital). "Temos unidade com mais de 3,5 mil alunos de diferentes municípios. Toda a produção artística antes do liceu era focada na estética dos bois bumbás. Com os cursos, eles começaram a olhar para o que é diferente", afirmou. "Na 20a edição, queremos alcançar outras cidades", adiantou.

"Desde a primeira edição, o Festival Amazonas de Ópera aproxima o público de belas obras eruditas, tornando-as mais acessíveis e conhecidas. Então, se constrói uma nova relação do Grande público com as obras clássicas", declarou. "Teremos apresentações para todos os públicos, desde o mais exigente ao infanto-juvenil", ressaltou.

Para 2016, estão previstos, ainda, o Festival Amazonas de Jazz, Amazonas Film Festival, Festival Amazonas de Circo, Amazonas de Livro, Amazonas de Artes. Hoje, inclusive, será aberto o Festival de Teatro da Amazônia.

Publicidade
Publicidade