Publicidade
Entretenimento
Vida

Comédia romântica, dirigida por Jorge Fernando, será apresentada em Manaus

Nos dias 6, 7 e 8 de setembro no Teatro Direcional será apresentada a comédia romântica “Pequeno dicionário amoroso” 03/09/2013 às 10:39
Show 1
Eri Johnson e Juliana Knust protagonizam a peça, como o jovem casal, Gabriel e Luiza, que se conhece por acaso
Rafael Seixas ---

O começo, o apogeu e o desmoronamento de um relacionamento são os temas trabalhados na comédia romântica “Pequeno dicionário amoroso”, que nos dias 6, 7 e 8 de setembro será encenada em Manaus, no Teatro Direcional. Eri Johnson e Juliana Knust protagonizam a peça, como o jovem casal, Gabriel e Luiza, que se conhece por acaso. A montagem conta ainda com participações da atriz Camila Rodrigues e do ator Rafael Zulu.

Gabriel, um homem quarentão, aposta em Luiza as derradeiras fichas de sua felicidade. No entanto, o fogo da paixão vai se transformando em fumaça, os defeitos do casal vêm à tona e o casamento vai virando um desconforto.

“Tudo isso a gente discute na peça. Não existe maior receita do que a do amor. Deve ter amizade, companheirismo, dinheiro, tesão, cumplicidade, parceria e muitas outras coisas para se ter um relacionamento duradouro. A gente fala disso de uma maneira engraçada, mas também triste, com o desencontro no amor. Todo mundo se identifica com o amor, mas quando começamos a falar dos desencontros fica meio pesado”, admite Eri Johnson, em entrevista concedida ao BEM VIVER.

“Jorginho Fernando (diretor do espetáculo) queria falar de amor com muita alegria e de desamor com tristeza, para que tocasse o expectador. Quando fazemos algumas perguntas, nós percebemos que o homem é mais relaxado no amor e que as mulheres são mais românticas, porém mais frias com o fim do relacionamento”, complementou, dizendo em seguida que não esperava escutar tantos risos do público.

“Lhe confesso que não esperava tanta gargalhada. Acreditava em falar de amor de uma maneira mais tranquila, mas é uma comédia romântica, mais comédia”.

Direção

Falando do diretor, Johnson revelou que a montagem foi desenvolvida em ritmo de TV, com apenas 15 ensaios. “Nunca fui dirigido por Jorginho na TV, mas no teatro foi uma experiência maravilhosa. Ele tem o ritmo da TV, mostra o caminho, assim fica mais fácil”.

No momento, Eri Johnson não está com nenhum projeto para a TV. “Estou na comissão do júri ‘Tô na Xuxa Calouros’, do ‘Programa da Xuxa’, e me divirto bastante. Eles (TV Globo) decidem o que irei fazer”.

Publicidade
Publicidade