Publicidade
Entretenimento
Vida

Compositor amazonense de forró Luciano Kikão faz sucesso com aplicativo de músicas gratuito

 Disponível na versão Android, o app já foi baixado por cerca de 50 mil usuários e ganhou destaque na loja do Google 26/12/2014 às 18:22
Show 1
O desenvolvedor Eduardo Mazzoni Araújo e o compositor Luciano Kikão
Natália Caplan Manaus(AM)

Quase 80 anos após a invenção dos discos de vinil, que embalaram as festas de várias gerações, as gigantescas caixas de som deram lugar a um aparelho que cabe no bolso. Graças à tecnologia, o espaço para gravação — antes de, no máximo, 20 minutos de cada lado do LP —, não tem limites. Bom para os forrozeiros, que ganharam um aplicativo para celular com cerca de 10 mil músicas: o “Luciano Kikão”.

“Hoje em dia, as pessoas usam mais celulares e tablets, nem mexem tanto em computador. E todas gostam de baixar e compartilhar músicas no Whatsapp e nas redes sociais. Achei que seria uma boa ideia para divulgar as minhas canções”, disse o compositor, que dá nome ao programa criado em abril deste ano.

Disponível na versão Android, o app já foi baixado por cerca de 50 mil usuários. Com músicas bem conhecidas do público, como Aviões do Forró e Calcinha Preta, por ser acessível e não ocupar a memória dos smartphones — todo o conteúdo fica salvo em uma plataforma virtual —, o aplicativo superou as expectativas dos criadores. Segundo Kikão, pessoas do Ceará, Goiás, Rio Grande do Norte, Minas Gerais, São Paulo e Rio Grande do Sul já dançam ao ritmo do repertório online.

“Comecei a divulgar e entrei em contato com amigos de algumas bandas. O objetivo era fazer um ‘movimento do forró’, mas fez tanto sucesso, que coloquei outros estilos: arrocha, pagode, sertanejo, bolero e até dance. Muitos usuários, que instalaram para ouvir outros ritmos, começaram a gostar de forró. Fiquei surpreso, porque não imaginava que fosse atingir tantas pessoas”, declarou.

Sem fronteiras

De acordo com o forrozeiro, o app não apenas rendeu reconhecimento pelo seu trabalho musical, mas resultou em novas portas.“As minhas músicas faziam sucesso, mas muitos não sabiam quem era o compositor ou como encontrá-las. Além de as pessoas me conhecerem, duas bandas do Sul (Tchê Chaleira e Tchê Garotos) e o Frank Aguiar gravaram músicas minhas, graças ao programa”, enfatizou.

Em oito anos de carreira, já são 235 composições, entre elas “Playboy Arretado”, gravado por “Munhoz e Mariano”, e “Jogando Gelo”, sucesso durante a Copa do Mundo de 2014. “Foi a música que a ESPN escolheu para representar a Região Norte no Mundial. Desde lá, ela já teve 8 milhões de acessos no meu site (www.lucianokikao.com) e até ganhei seguidores de Miami, Canadá, Austrália e Arábia no perfil do Instagram (@lucianokikao)”, revelou.

Novidade

Desenvolvido pela “Vorax - Soluções Interativas”, o aplicativo “Luciano Kikão” disponibiliza download das músicas em MP3, com alta qualidade. Para 2015, além de aumentar o repertório, o programa poderá ser baixado por quem tiver produtos Apple e Nokia. “Até fevereiro, vamos lançar para os sistemas iOS e Windows Phone. As plataformas estão prontas, apenas em fase de testes”, disse o diretor da empresa, Eduardo Mazzoni Araújo.

“Recentemente, o Google fez a publicação de algumas coletâneas oficiais do Luciano Kikão na página da ‘Play Store’, onde pode ser baixado por celular ou computador. Ficamos surpresos, pois realmente estamos vendo que a informação vai bem longe. Além disso, o próprio Google está vendendo o material e gerando receita para o compositor”, concluiu ele, que desenvolveu o programa.DestaqueO aplicativo “Luciano Kikão”, tem músicas gravadas em alta definição de centenas de bandas, organizadas em ordem alfabética.

Todo o conteúdo do aplicativo é grátis e disponível para download em MP3. É compatível com as redes 2G, 3G, 4G e Wifi e está interligado ao site www.lucianokikao.com.São mais de 2 (TB) Terabytes de músicas de forró, arrocha, bolero, pagode, sertanejo e dance, que não ocupam espaço no dispositivo dos smartphones, pois ficam em uma rede Cloud. Elas podem ser compartilhadas pelo Whatsapp e redes sociais. Futuramente, o app terá repertório de toadas.


Publicidade
Publicidade