Publicidade
Entretenimento
Vida

Concurso Miss Amazonas 2014 acontece no dia 26 de novembro

Escolha da representante do estado para disputar a coroa de mais bela do Brasil reúne 27 candidatas da capital e do interior 11/11/2013 às 16:27
Show 1
Candidatas de todos os tipos mostram a diversidade da beleza amazônica
Loyana Camelo Manaus, AM

A corrida rumo à coroa que irá repousar na cabeça da mulher mais bonita do Brasil começa pelo Amazonas, no próximo dia 26. Nesta data, no Diamond Convention Center, será eleita a primeira das 27 candidatas ao Miss Brasil no ano da Copa do Mundo, que é também quando o concurso comemora 59 anos de atividades. Desde sua implantação na capital baré, altos e baixos permearam a estrada até o momento atual, no qual o Miss Amazonas goza de prestígio na sociedade, desprendido dos clichês da futilidade e cada vez mais exigente, glamouroso e bem organizado.

Coordenado por Lucius Gonçalves há cinco anos e por Márcia Meirelles há 10, o Miss Amazonas é o único franqueado do Miss Brasil/Universo. O evento adota pré-requisitos internacionais de seleção das moças, quais sejam, a idade entre 18 a 24 anos, o estado civil solteira e nunca ter sido mãe. No Amazonas, além destes, há parâmetros ainda mais rígidos: é necessário que as candidatas possuam nível superior ou sejam universitárias, e tenham conhecimento de uma ou mais línguas estrangeiras além da materna. As exigências, segundo Lucius, ajudam a manter o alto padrão do concurso, que havia enfraquecido antes do seu advento como coordenador.

“Hoje, concurso de beleza não é futilidade. Trata-se de uma representatividade da cultura de um povo através da beleza de uma mulher. E como nossas misses são maiores de idade, elas assumem todos os compromissos. São mulheres com opinião formada e formadoras de opinião. Queremos incentivar essa independência, a vontade de crescer, de estudar, de ser uma personalidade do Estado”, diz.

Beleza universal
Na disputa para representar o Amazonas em 2014 estão, no total, 20 moças. “Tivemos uma participação boa dos municípios do interior”, frisou Lucius. Uma novidade desta edição está na parceria com algumas empresas, as quais doam seus nomes para patrocinar certas misses. “É um evento grandioso, que reúne amigos, familiares, apoiadores, patrocinadores, políticos, jornalistas, etc., num total de mil convidados”, adianta.

O coordenador faz questão de ressaltar que não há predileção por biotipo. “A beleza é universal. Como todos os estados brasileiros, o Amazonas é mestiço e agrega muitas influências. Temos tipos indígenas, negras, loiras de olho verde, mas todas lindas. Aliás, a Miss deve ser considerada linda em qualquer lugar do mundo”.

Publicidade
Publicidade