Quarta-feira, 18 de Setembro de 2019
Vida

Conferência abre debates sobre projetos culturais no AM e no Brasil

A conferência prossegue neste sábado (28) com palestras e formação de grupos de trabalho para debater propostas para desenvolver os diversos segmentos artísticos no Amazonas e no Brasil. Domingo (29) pela manhã acontece a eleição dos delegados do Estado que participarão da conferência nacional e a finalização das propostas que serão levadas para o encontro na Capital Federal



1.jpg Conferência abre debates sobre projetos culturais no Amazonas e no Brasil
27/09/2013 às 17:37

Produtores, músicos, bailarinos, artistas dos mais distintos gêneros e estilos, além de representantes de todos os municípios do interior, do Conselho Estadual e do Ministério da Cultura abriram na manhã desta sexta-feira (27), a II Conferência Estadual da categoria, evento anual, promovido pelo Governo do Amazonas, por meio da Secretaria de Estado de Cultura, que acontece até domingo (29), no Centro Povos da Amazônia (Bola da Suframa), para debater políticas públicas do setor e propostas locais a serem apresentadas no encontro nacional que marcado para novembro, em Brasília (DF).

Durante a cerimônia, o secretário Robério Braga ressaltou a participação dos municípios na conferência e destacou as ações e projetos desenvolvidos pelo Estado no interior, de festivais e oficinas de ópera, rock, dança e música a aquisição de livros e apoio à festas regionais.

“Por determinação do governador Omar Aziz, acabamos de inaugurar a segunda unidade do Liceu Cláudio Santoro em Parintins e já estamos preparando a terceira em Itacoatiara e a quarta em Benjamin Constant. Mas é preciso fazer mais, especialmente fora da capital”, afirmou Robério ao acrescentar que desde junho o Governo do Estado está promovendo as conferências municipais em todos o interior.

Mediado pelos integrantes do Conselho Estadual de Cultura encabeçados pelo artista plástico Turenko Beça, a conferência também vai apontar os representantes amazonenses no encontro nacional.

“Temas como a ‘parintinzação’ dos eventos no interior, a formação de publico consumidor de música, peças teatrais e esculturas, entre outros e até mesmo a criação de secretarias municipais de cultura também serão abordados neste que deve ser o mais importante encontro de profissionais, agentes culturais e representantes públicos dos últimos anos”, explicou o representante da Secretaria de Cultura, pesquisador e integrante do conselho Cristian Pio.

De acordo com o representante para Região Norte do Ministério da Cultura, Delson Luiz Cruz, a principal demanda apresentada em todos os sete estados da região é a criação de políticas específicas e exclusivas para a Amazônia.

“Editais e políticas culturais não são receitas de bolo. Não é possível colocar em condições iguais de disputa de incentivos, por exemplo, projetos de uma capital do Sul ou Sudeste com os de qualquer cidade do interior, não apenas da Amazônia, mas de qualquer região do País”, avalia Cruz.

A conferência prossegue neste sábado (28) com palestras e formação de grupos de trabalho para debater propostas para desenvolver os diversos segmentos artísticos no Amazonas e no Brasil. Domingo (29) pela manhã acontece a eleição dos delegados do Estado que participarão da conferência nacional e a finalização das propostas que serão levadas para o encontro na Capital Federal.

Para acompanhar todas as ações e projetos desenvolvidos pela Secretaria de Estado da Cultura, acesse o Facebook da secretaria.



Mais de Acritica.com

Sobre Portal A Crítica

No Portal A Crítica, você encontra as últimas notícias do Amazonas, colunistas exclusivos, esportes, entretenimento, interior, economia, política, cultura e mais.