Terça-feira, 21 de Maio de 2019
O REALITY

Confira a entrevista com Renata Penha, 3ª colocada do Peladão a Bordo

A representante do Oriente Futebol Clube não passou por nenhuma boia no Peladão a Bordo, e foi escolhida por Mirella Santos para a grande final do programa



RENATA_PENHA03.jpg
Renata Penda ficou em terceiro luga no Peladão a Bordo - O Reality. Foto: Euzivaldo Queiroz
28/12/2016 às 05:00

Renata Penha, 18, representante do Oriente Futebol Clube no Peladão Brahma 2016, encantou a todos com sua beleza, no Peladão a Bordo. Ela chegou à final do reality da TV A Crítica, junto com Emily Moisa e Thaís Bergamini, mas ficou com o terceiro lugar, sagrando-se a Segunda Princesa do Peladão 2016.

Renata conta que, apesar de não ter sido coroada Rainha, está feliz. “Talvez a minha participação no reality tenha sido até melhor do que eu poderia imaginar. Eu entrei no programa com o objetivo de ganhar o prêmio, já que seria algo que me ajudaria muito. Mas, apesar de eu não ter vencido, estou feliz com o resultado, muitas portas estão se abrindo graças ao Peladão a Bordo, e me sinto realizada, independente do resultado, foi um sonho realizado”, disse ela.

No programa, Renata vivenciou muitas coisas, fez uma amizade forte com Emily e Vanessa, e destaca momentos que não vai esquecer. “Um dos momentos mais especiais do programa foi quando anunciaram meu nome, dizendo que eu era uma das 12 escolhidas para o reality; naquele momento tive a certeza de que o meu sonho estaria prestes a se tornar realidade”, lembra. “Além disso, as baladas, os momentos de descontração, em que eu podia me divertir junto com as minhas amigas, foram marcantes também”, disse ela.

Várias das participantes citavam Renata como uma pessoa lutadora, e diziam que ela tem uma história comovente. Parte dessa história se dá porque Renata não vê sua mãe há seis anos. “Ela saiu do Brasil para ir até a Guiana Francesa em busca de uma vida melhor. Ela quer voltar, mas lá as oportunidades são melhores do que aqui”, disse.

Para trazer a mãe de volta para casa, Renata tem seu plano. “Quero conseguir bastante trabalho no que eu faço e mais amo na minha vida, que é dançar, e, com isso, realizarei meu sonho de buscar minha mãe para Manaus.

Renata não se tornou a Rainha do Peladão 2016, mas este ano foi a Rainha de bateria da Escola de samba Grande Família. “Pretendo continuar presente no carnaval, com certeza”, completou.


Mais de Acritica.com

Sobre Portal A Crítica

No Portal A Crítica, você encontra as últimas notícias do Amazonas, colunistas exclusivos, esportes, entretenimento, interior, economia, política, cultura e mais.