Publicidade
Entretenimento
Vida

Conheça o Dekton, novidade em acabamentos e revestimentos

Essa pedra espanhola é a mais nova aposta em acabentos e revesitmentos, por garantir absorção zero e permitir uma infinidade de usos dentro e fora de casa 01/08/2015 às 10:02
Show 1
Projeto da arquiteta Mylena Bonfim, onde o Dekton foi aplicado na bancada e na parede da cozinha por não manchar como as outras pedras
Andreza Cunha Manaus (AM)

Toda dona de casa sonha em ter uma bela pedra de granito na pia e bancada da cozinha ou o clássico piso de mármore. Mas será que esses materiais têm a mesma aplicação? Será que é possível fazer uso do mesmo material em paredes, pisos e bancadas, e ainda diminuir o trabalho com as diferentes formas de manter e higienizar cada área da casa? 

A resposta é sim e está na novidade que chegou em Manaus há alguns meses. A pedra Dekton é a nova opção para arquitetos e, principalmente, donas e donos de casa que procuram qualidade, praticidade e durabilidade na hora de inserir pedras na decoração da casa.

Evolução

De acordo com o administrador da Marmovidro Diogo Roldão, o Dekton é uma pedra muito mais evoluída que o silestone -  outra pedra industrializada composta de 93% de quartzos e 7% de resinas prensadas com um peso de 12 mil toneladas-  um dos motivos do grande diferencial deste produto. 

“No processo de pressão do Dekton, a resina que une os quartzos e torna o produto mais frágil é eliminada, ou seja, é o material puro. Mas como fazer para unir os compostos de quartzo? A temperatura é elevada a mais de 12 mil graus Celsius e ao mesmo tempo aumentam a pressão para 25 mil toneladas. O material é submetido a tanta pressão e a tanta temperatura que o mineral se funde, ou seja, se desfaz e se ‘junta’, deixando a absorção literalmente nula”, explanou.

O administrador disse que trabalha com todas as pedras, mas que o  Dekton,  apesar de ser 20% mais caro que o silestone, proporciona possibilidades de uso muito maiores, por isso tem grande potencial de atrair arquitetos e consumidores em geral.


“Ele tem chapas maiores, por isso há melhores possibilidades de utilização, você consegue fazer grandes extensões sem emendas. Ele tem espessuras diferentes, e por ser um material mais firme pode chegar até 8 milímetros, ou seja, diminuindo a espessura, diminui o peso sendo permitindo o revestimento de móveis e paredes sem precisar ter muito peso em cima dele”, enfatiza.

Opinião

Arquiteta há dezenove anos, Mylena Bonfim considera que atualmente apesar de ainda muito novo, o melhor produto a se trabalhar é o Dekton. Ela já fez alguns projetos com o material em Manaus e as bancadas de cozinha tem sido foco da maioria dos pedidos, por ser um dos locais da casa com maior tensão pelo uso. Mas ela esclarece também que não há motivo de deixar de usar as outras pedras, sendo possível fazer uma boa combinação de tipos e cores sem problema nenhum.

“O Dekton é um dos produtos mais duros que existem e por conta da absorção zero, você tem uma possibilidade infinita com o material. Você pode usar a pedra em fachadas e em piscina sem se preocupar com a mudança de cor devido aos raios ultravioletas ou com o cloro que pode manchar. Ele é super-resistente a choque térmico, por isso tem sido muito pedido para as bancadas de cozinha, que sofrem com aquela panela saída direto do fogo, por exemplo. Além disso, ele não risca e é “contra” pichação devido a essa porosidade zero, que permite uma limpeza melhor e mais fácil”, explicou a arquiteta.

Outras opções

O silestone é um material muito bom pela textura semelhante à pedra natural, mas assim como o mármore e o granito, é poroso e precisa de cuidados iguais aos dois clássicos.

“Apesar te ser muito usado em projetos de decoração em geral, a resina que ‘liga’ os compostos de quartzo torna a pedra deficiente, pois é porosa também. Por isso não se deve colocar o silestone em ambientes externos ou com lâmpadas de emissão do raio UV pois muda de cor, não tem poder abrasivo além de manchar com refrigerantes, óleos, vinho, vinagre, ferrugem, produtos com corantes e até certos produtos de limpeza”, disse Diogo Roldão.

Clássicos

Rochas naturais, o Mármore e o Granito são clássicos queridos na hora de pensar em montar e decorar o lar doce lar. O Granito, por ser uma rocha mais compacta e dura que o Mármore, é recomendado para locais de uso intenso como bancadas de cozinha. Apesar de sua antiguidade no mercado, tanto o mármore quanto o Granito precisam de alguns cuidados.

Tem gente que não sabe, mas as duas pedras se desgastam e estão sujeitas a alterações na sua aparência decorrente do uso, contato com o meio e agressão sofrida por agentes externos e manutenção. Por exemplo, restos de lã de aço em contato com a água podem oxidar, ou popularmente falando, enferrujar e manchar a pedra, além do uso excessivo que causa arranhões na superfície.

Por serem porosas as duas pedras mancham, então é bom tomar cuidado com 
É importante lembrar que a pesquisa é fundamental, pedir o auxílio de um profissional em decoração,  colocar na ponta do lápis o quanto se pretende gastar e pensar nos prós e contras de qual pedra aplicar deve ser levado em consideração em todo o processo.

Pedra espanhola

O Dekton é produzido na Espanha e a Marmovidro é a primeira marmoraria do norte a disponibilizar o produto. Apesar de 20% mais caro, a pedra permite muitos usos, como a aplicação em bancadas, pisos, paredes, revestimentos de móveis, áreas externas e piscinas. O Dekton não mancha, não risca e não muda de cor com os raios ultravioletas.

A pedra é fabricdada a um pouco mais de dois anos e chegou a Manaus a uns quatro meses e já faz parte das opções de indicações nos projetos dos arquitetos da cidade. No momento o Dekton tem sido aplicado principalmente em bancadas de cozinha. 

Publicidade
Publicidade