Publicidade
Entretenimento
planejamento

Conselho de Artes do Caprichoso faz reunião com compositores em Parintins

O Caprichoso, segundo o coordenador do Conselho de Artes, Ericky Nakanome, entende que, para fazer um projeto forte, audacioso e inovador, é importante o aperfeiçoamento das relações artísticas. 28/10/2016 às 10:52
Show whatsapp image 2016 10 28 at 10.20.31
Conselho de Artes quer apresentar aos compositores a proposta do projeto A  Poética do Imaginário Caboclo (Foto: Divulgação)
acritica.com* Manaus (AM)

O Boi-Bumbá Caprichoso se mantém na vanguarda da parte musical do Festival Folclórico de Parintins, com o anúncio da realização do seminário com compositores de toadas. Nesta sexta-feira, 28, o Conselho de Artes reúne com os “poetas caboclos”, como são reconhecidos os compositores do Caprichoso, em um encontro a ser promovido no Contemporâneo Eventos, no Centro de Parintins, a partir das 19 horas. Os compositores residentes em Manaus ou demais cidades poderão acompanhar o seminário, por meio de videoconferência.

O Caprichoso, segundo o coordenador do Conselho de Artes, Ericky Nakanome, entende que, para fazer um projeto forte, audacioso e inovador, é importante o aperfeiçoamento das relações artísticas. “A toada é a trilha sonora do espetáculo. Por isso, o Boi-Bumbá Caprichoso realiza esse encontro para que os compositores entendam a proposta do projeto A  Poética do Imaginário Caboclo”, explica.

O evento irá permitir que os compositores tenham contato direto com a equipe  responsável pelo desenvolvimento do projeto de arena 2017, no sentido de que as inquietações e dúvidas sejam esclarecidas. “Assim iremos discorrer sobre qual é a proposta que o Caprichoso vai apresentar e o que o Caprichoso necessita dos compositores para fazer a trilha musical de 2017”, destaca Nakanome.

O pedido do presidente do Boi Caprichoso, Babá Tupinambá, é que a igualdade e a transparência façam parte do processo de orientação dos artistas responsáveis pela trilha sonora do Boi de Parintins.

Os compositores que moram em Manaus acompanharão por meio de videoconferência. Quem não puder acompanhar, receberá o vídeo do evento para tomar conhecimento sobre as orientações do Conselho de Artes do Caprichoso.

*Com informações de assessoria

Publicidade
Publicidade