Publicidade
Entretenimento
CULTURA

Coral do Amazonas faz última apresentação da ‘Missa de Alcaçuz’ nesta terça (27)

Composta em 1996, obra de Danilo Guanais traz elementos genuinamente brasileiros. O espetáculo tem a participação do Balé Folclórico do Amazonas 26/06/2017 às 16:07
Show coral
A “Missa de Alcaçuz” foi originalmente escrita para coral, orquestra de cordas, percussão e violão, mas teve sua estrutura revisada no início deste ano, ganhando uma instrumentação para piano e percussão. Foto: Divulgação/Sec
acritica.com Manaus (AM)

Após duas apresentações com casa cheia, o Coral do Amazonas apresenta a última récita de “Missa de Alcaçuz” nesta terça-feira (27), às 20h, no Teatro Amazonas (Largo de São Sebastião, s/nº, Centro, zona sul). A entrada é gratuita.

Com solos de Tamar Freitas e Moisés Rodrigues, o espetáculo traz a direção musical e regência do maestro Zacarias Fernandes, e piano de Hilo Carriel, com a participação especial do Balé Folclórico do Amazonas.

Composta em 1996 por Danilo Guanais, a “Missa de Alcaçuz” é considerada uma das obras do gênero com maior recheio brasileiro. Escrita originalmente para coral, orquestra de cordas, percussão e violão, teve sua estrutura revisada no início deste ano, ganhando uma instrumentação para piano e percussão, apresentada no Carnegie Hall, em Nova York, no último mês de maio.

Rendeiras ibéricas

A origem da “Missa de Alcaçuz” remonta ao Nordeste brasileiro, à tradição das famosas romanceiras da região de Alcaçuz, no Rio Grande do Norte, segundo Zacarias Fernandes.

“Essa missa é uma obra erudita, toda em latim, com vários elementos populares, presentes nas cantigas das romanceiras de Alcaçuz. Vale lembrar também que essa tradição das romanceiras remonta a tempos mais antigos, isto é, das rendeiras ibéricas que cantavam os romances medievais. É uma mistura de elementos que resulta numa peça linda com um toque nordestino”, completa.

Participação do Balé Folclórico

A apresentação da Missa no Teatro Amazonas é a primeira no Brasil a contar com uma coreografia. O trabalho é assinado por Adam Souza, assistente de direção do Balé Folclórico.

“Há algum tempo, fizemos um programa de Natal onde apresentamos dois trechos daMissa de Alcaçuz, e esses dois trechos foram coreografados pelo Balé. Essa performance foi muito bem recebida, e quando nós resolvemos fazer a Missa novamente, resolvemos coreografá-la por inteiro. Quando falamos isso ao Danilo Guanais, ele ficou muito impressionado”, conta Zacarias.

O compositor

 Danilo Guanais nasceu em São Paulo (SP), em 1965, mas ainda criança mudou-se para Natal (RN). Iniciou a carreira artística participando de festivais como compositor, tendo sido premiado no II Festival Internacional de Artes Cênicas de Resende, no Rio de Janeiro.

Na área acadêmica, é doutor em Composição Musical pela Universidade Federal do Estado do Rio de Janeiro e professor da Escola de Música da Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN).

Serviço 

O que é: espetáculo “Missa de Alcaçuz”, com o Coral do Amazonas e o Balé Folclórico do Amazonas.

Quando: dia 27 (terça-feira) de junho de 2017.

Onde: Teatro Amazonas (Largo de São Sebastião, s/nº, Centro, zona sul).

Horário: às 20h

Publicidade
Publicidade