Publicidade
Entretenimento
TRIBUTO

Coral do Amazonas revive os sucessos dos Beatles em novo espetáculo em Manaus

Conjunto vocal promove tributo no próximo final de semana no Teatro Amazonas, com participação da banda cover Black Mersey 21/08/2017 às 16:44
Show 0  21906812 ex 00
Foto: Divulgação
acritica.com

“I wanna hold your hand”, “Help!”, “She loves you”, “Let it be” e outras canções inesquecíveis dos Beatles estão na trilha sonora do musical que o Coral do Amazonas apresenta em tributo ao célebre Quarteto de Liverpool neste final de semana. Intitulado “Beatles Sempre Beatles”, o espetáculo terá quatro apresentações no Teatro Amazonas, de sexta-feira (25) a domingo (27), com a participação da Black Mersey, banda cover do grupo, e do Balé Experimental do Corpo de Dança do Amazonas. O evento é uma realização do Governo do Amazonas, por meio da Secretaria de Estado de Cultura, com venda de ingressos na bilheteria do Teatro.

No espetáculo, o Coral do Amazonas vai apresentar uma seleção de 16 hits dos Beatles, dos anos de 1964 a 1969, abrangendo desde os delírios da Beatlemania até a fase de psicodelia do grupo. A lista inclui, além das já citadas, outras como “Hey Jude”, “Yesterday”, “Obladi Oblada”, “Here comes the sun” e “Something”.

O repertório conta com arranjos para coro de Hilo Carriel, pianista do Coral do Amazonas, com direção musical e regência de Zacarias Fernandes, maestro titular do conjunto. No palco, o Coral canta acompanhado por banda base formada pelos músicos convidados Moisés Rodrigues (piano), Emanuel Conde (teclados), Neto Armstrong (guitarra), Domi Paulo (baixo) e Andrio Dias (bateria).

O musical terá ainda a participação especial da Black Mersey, banda amazonense cover dos Beatles, que canta ao lado do Coral em “Let it be”, “Yesterday” e “Hey Jude”, além de fazer uma performance solo de “All my loving”. A banda, formada por Rafael Marques (guitarra/voz), Eduardo Martins (baixo/voz), Felipe Pereira (bateria/voz) e Victor Carvalho (guitarra/voz), fará ainda uma versão instrumental de “Lucy in the sky with diamonds”, com a letra exibida em legendas e interpretada em libras, para pessoas com deficiência auditiva, e acompanhada de performance do Balé Experimental.

Repertório à parte, “Beatles Sempre Beatles” aposta ainda nos recursos cênicos para emocionar os espectadores. Além do Balé Experimental, o espetáculo em tributo ao quarteto britânico terá projeções de imagens da banda e iluminação especial em diferentes momentos da apresentação. A Black Mersey, por sua vez, vai investir no visual característico do quarteto original para reviver a memória de John Lennon, Paul McCartney, George Harrison e Ringo Starr em suas participações no palco.

Além da direção musical e regência, Zacarias Fernandes assina a direção geral do espetáculo, com produção de apoio de Marcos Apolo e Saleyna Borges. A direção de palco é de Monique Andrade, também diretora do Balé Experimental.

Apostando no pop

“Beatles Sempre Beatles” é a segunda investida do Coral do Amazonas no repertório de nomes conhecidos do universo pop, depois de “ABBA – Uma geração apaixonada”, no ano passado. “Foi um espetáculo nosso que teve grande aceitação do público, sendo realmente um sucesso”, comenta Zacarias, que aponta a música pop como experiência a mais no trabalho do Coral. “Mesmo sendo um coro de cunho mais lírico e sinfônico, fazemos eventualmente repertórios de música popular”.

A escolha dos Beatles para o novo espetáculo, segundo o maestro, não foi casual. “Este é um ano simbólico na trajetória dos Beatles, pois a história do grupo iniciou quando John Lennon e Paul McCartney se encontraram ainda no colégio, em 1957. Depois vieram George Harrison e Ringo Starr”, lembra Zacarias. “Podemos dizer então que a história do Beatles está completando 60 anos. E o Coral do Amazonas, por sua vez, está fazendo 20 anos, portanto será uma dupla comemoração”.

Com o novo espetáculo, complementa o maestro, o Coral do Amazonas presta tributo merecido a um ícone da música mundial ao mesmo tempo em que explora outras possibilidades no terreno musical. “Queremos reforçar a importância dos Beatles na história da música, e mostrar que não somente cantores ou bandas podem fazer música pop, mas um coral também pode. Cantar música pop, de fato, é uma possibilidade de diversificar o trabalho dos corais”, comenta ele.

“Beatles Sempre Beatles” terá apresentações na sexta-feira (25), às 20h; no sábado (26), às 17h e às 20h; e no domingo (27), às 19h. Os ingressos para o musical têm preços de R$ 60 (plateia e frisas), R$ 50 (1º pav.), R$ 40 (2º pav.) e R$ 30 (3º pav.), em valores de inteira. Estudantes, professores, idosos, militares, pessoas com deficiência e doadores de sangue pagam meia-entrada, mediante apresentação de documentos comprobatórios.

Cine Azul

Em parceria com o Projeto Cine Azul, a Secretaria de Cultura do Amazonas vai abrir espaço na sessão de estreia do espetáculo “Beatles Sempre Beatles” para pessoas com Transtorno do Espectro Autista – TEA. Na récita da sexta-feira (25), às 20h, as pessoas autistas terão ingresso gratuito para assistir ao musical, e seus acompanhantes terão ingresso no valor de meia-entrada (R$ 30, para frisa).

As vagas para o público autista e seus acompanhantes no Cine Azul são limitadas, com reservas mediante inscrição até a segunda-feira (21), por meio do endereço eletrônico cineazulmanaus@gmail.com.

O Cine Azul é um projeto não governamental e sem fins lucrativos, surgido da necessidade de opção de lazer que atendesse, de forma satisfatória, as pessoas com TEA. Esses possuem distúrbios sensoriais significativos, sendo hiper ou hipossensíveis à luz, barulho e ao toque.

Por conta disso, o projeto busca promover sessões de cinema e de teatro adaptadas para esse público, como ambiente à meia luz e som mais baixo. Em um ano de existência, foram realizadas oito sessões infantis e duas adultas para as famílias dos autistas assistidas pela iniciativa.

Coral do Amazonas

O Coral do Amazonas foi criado em 20 de julho de 1997, com o objetivo de promover, cultivar e difundir o canto coral no Estado do Amazonas. O repertório do Coral consta de obras eruditas de compositores brasileiros e estrangeiros, incluindo, para efeitos didáticos, arranjos especiais de obras populares e folclóricas, predominando o estilo erudito. O conjunto hoje é formado por 64 integrantes.

Para mais informações sobre essas e outras ações, projetos e atividades desenvolvidas pela Secretaria de Estado de Cultura, acesse o Portal da Cultura (www.cultura.am.gov.br). Confira também os perfis do órgão nas redes sociais Facebook (facebook.com/culturadoamazonas), Twitter (@SEC_Amazonas) e Instagram (@secretariaculturaamazonas).

Serviço

O quê: Espetáculo “Beatles Sempre Beatles”, com o Coral do Amazonas

Data/hora: Sexta-feira, dia 25 de agosto, às 20h; sábado, dia 26, às 17h e às 20h; e domingo, dia 27, às 19h

Local: Teatro Amazonas, avenida Eduardo Ribeiro, 659, Centro

Ingressos: R$ 60 (plateia e frisas), R$ 50 (1º pavimento), R$ 40 (2º pavimento) e R$ 30 (3º pavimento), em valores de inteira. Estudantes, professores, idosos, militares, pessoas com deficiência e doadores de sangue pagam meia-entrada, mediante apresentação de documento comprobatório

Informações: (92) 3232-1768

*Com informações da assessoria de imprensa

Publicidade
Publicidade