Publicidade
Entretenimento
paz?

Cris Dias e William Waack descartam atritos e celebram parceria

Nas redes sociais e à imprensa, dupla de apresentadores bota panos quentes no 'climão' 18/08/2016 às 17:42
Show cris dias william waack 840x500
Após as Olimpíadas, Cris Dias deixará o Jornal da Globo e William Waack segue no comando / Foto: Reprodução
acritica.com Manaus (AM)

Na telinha, muitas trocas de farpas, indelicadezas e momentos que viraram praticamente uma ‘novela’ para os telespectadores do Jornal da Globo. Nas redes sociais, no entanto, a apresentadora Cris Dias parece querer ‘quebrar o gelo’ na relação com William Waack.

Em post no Instagram, ela mostrou um vídeo em que aparece sorrindo ao lado de Waack, e dizendo que o “funk persegue o William Waack”. Nas imagens, o apresentador se diverte, na arquibancada de uma arena olímpica. No texto, Cris celebra os “encontros improváveis e memoráveis”. “Humor, admiração, sintonia e parceria não têm manual”, diz ela na publicação.

Se era apenas uma estratégia para tirar o foco das discussões entre eles no ar ou não, ninguém sabe. É certo que muitos seguidores de Cris nas redes sociais não engoliram muito bem a iniciativa.

“Aposto que a Globo obrigou você a fazer esse video com ele”, disse um dos seguidores.  “Mais fake do que esse climão de BFF's (melhores amigos) só a história do Ryan Lochte”, disse outra seguidora, citando o caso dos nadadores que inventaram uma história de roubo no Rio e foram descobertos pela polícia.

Além da manifestação via Instagram, Cris Dias também se manifestou ao portal Uol, e disse que as pessoas fazem uma compreensão errada dos fatos. “Eu e William nos demos bem desde o início e isso foi aumentando com o tempo. Nosso humor é desafiador, provocativo, e isso é instigante, ainda mais vindo de um grande jornalista como ele.  Eu acho engraçado estarem entendendo nossa sintonia de outra forma. Mas só tenho a dizer que fiz uma grande parceria nessa olimpíada. Aprendi muito. E vou levar isso para sempre”.

Também procurado pelo Uol, Waack culpou o “mau humor das pessoas” pela forma como a relação deles vem sendo encarada. “Infelizmente, a atual crise brasileira espalhou pelo país um mau humor do qual muitas pessoas, especialmente na imprensa, não conseguiram se libertar, e, portanto, não são capazes neste momento de entender brincadeiras e jovialidade entre colegas de profissão que se gostam e se apreciam.”

Publicidade
Publicidade