Publicidade
Entretenimento
Vida

'Cupidos modernos' podem ajudar na busca de um par para esse Dia dos Namorados

Aplicativos e sites como o 'Tinder' e 'Coroa Metade' auxiliam quem procura relacionamentos 07/06/2015 às 18:51
Show 1
André França é usuário do Tinder, Grindr e Scruff
Loyana Camelo Manaus (AM)

Talvez as músicas estilo Los Hermanos e os filmes de comédia romântica tenham influenciado muita gente a querer um “último romance” - aquele que vai durar a vida toda. No entanto, convenhamos: a vida cada vez mais corrida por vezes não permite encontrar aquela pessoa ideal ali, na fila do pão. É nessas horas que a tecnologia pode dar o empurrãozinho necessário, aproximar ou até mesmo unir quem antes não se conhecia. Os aplicativos e sites de relacionamentos são os verdadeiros “cupidos” do amor em tempos de Internet.

Dentre universais e específicos, a lista já é grande. Tinder, Divino Amor (para evangélicos), Coroa Metade (para os acima de 40), Kickoff (para namoro sério), Namoro Estável (para funcionários públicos), Namoro Veg (para veganos) e Namoro Nerd (para entusiastas de tecnologia, games, anime e informática) são só alguns dos mais famosos.

A proximidade do Dia dos Namorados pode ser uma boa oportunidade de conhecer um pouco mais sobre estes e, principalmente, sobre alguns casos bem-sucedidos.coroa metade Depois de se divorciar aos 43 anos e se ver sem saber por onde recomeçar, o jornalista Airton Gontow passou a observar que as pessoas da sua faixa etária na mesma situação viviam sentimentos análogos.

“Você não está mais na faculdade, não tem grandes grupos de amigos, não é mais baladeiro. Quer uma pessoa legal, com certo nível cultural”, contou. E a partir dessa observação reiterada, teve a ideia de criar o “Coroa Metade”, um site de relacionamentos para os mais maduros. De acordo com Gontow, desde a criação em 2012, o “Coroa Metade” já levou 27 casais (anunciados) ao altar. Para o jornalista, se dar a chance de fazer o cadastro em um site como este pode ser uma grata surpresa. “A imensa maioria das pessoas acaba percebendo que é muito difícil ser feliz sozinho” diz.

A gerente de marketing do Tinder no Brasil, Rochane Garcia, comenta que o sucesso de uma história iniciada na Internet depende da intenção da pessoa. Com o Tinder não é diferente: mesmo que a ferramenta seja mais conhecida pelo apelo “informal”, esta não é sua única funcionalidade. “O Tinder foi criado com base em relacionamentos em geral, então as pessoas podem se conectar com vários fins. Ele pode servir para namorar, fazer amigos, contatos profissionais, pegar dicas culturais quando se viaja para outra cidade e também para quem busca algo rápido.  Quanto mais você puder deixar clara a sua intenção, melhor”.

Por que usar?

O hoteleiro André França, de 26 anos usa os aplicativos Tinder, Grindr e Scruff e revela que o seu favorito é o primeiro pela melhor organização. “Já tive boas experiências e também fiz bons amigos não só Brasil como no exterior”, relata.

“Dependendo de quem você conhece, é possível desenvolver algo sério. As duas partes estando envolvidas, dá certo”, frisa.E Airton Gontow dá a dica que ele julga mais importante para novos usuários. “Entre com 100% de coração e cabeça aberta. Sempre há uma nova chance de se apaixonar”.

Casos bem-sucedidos

Dentre os casos bem-sucedidos do Tinder, por exemplo, estão os casais Caroline Feu e Leonardo Januzzi; e Renata Marques e Bruno Cardoso.Caroline estava solteira há três anos antes de baixar o Tinder. Em junho de 2013, uma amiga comentou sobre o aplicativo e Carol resolveu baixá-lo. Lá, conheceu Leo. As afinidades entre eles fizeram com que se encontrassem pessoalmente apenas cinco dias após o match.

O relacionamento começou logo em seguida. Em pouco tempo ambos excluíram suas contas do Tinder e hoje praticamente já moram juntos. Já Bruno começou a usar o Tinder no dia em 11 de setembro de 2013 e Renata no dia 14 do mesmo mês. Apenas um dia após o cadastro da Renata, o alerta do Tinder no celular de ambos avisava que um match havia acontecido.

Desde então estão se relacionando e descobriram a química que possuem.  Para o casal, o fato do Tinder mostrar interesses em comum torna-se um facilitador para conhecer pessoas com quem se tenha afinidades.

Dicas para o cadastro

-Procure colocar fotos e preencher todo o seu perfil, assim como o perfil do que você procura;

-Seja verdadeiro em seu perfil;Escolha fotos que mostrem seus melhores ângulos;

-Não deixe que a carência afetiva faça com que você se desvie do que você procura no site; 

-Converse bastante dentro do site antes de passar para outros lugares, como telefone ou Facebook;

-Quando marcar o primeiro encontro, faça sempre em um lugar público, como um shopping center;

-Existem normas de segurança. Leia essas regras.


Publicidade
Publicidade