Terça-feira, 23 de Abril de 2019
publicidade
1.gif
publicidade
publicidade

Vida

Curso de ‘Produção de Histórias em Quadrinhos’ será realizado gratuitamente em Manaus

Ministrado pela professora Liz Oliveira, o curso não será voltado apenas para quem já se julga um bom desenhista, mas para todos que apreciam a arte


12/07/2014 às 11:22

Quem imagina o quadrinho como uma arte que depende prioritariamente de uma “mão boa” para desenhar, engana-se: em verdade, dentre os vários elementos necessários para compô-lo, o desenho primoroso é secundário. O pacote completo inclui as técnicas de traço, o roteiro, o perfil dos personagens, e acima de tudo, a mensagem que se quer passar - e quem quiser, terá a oportunidade para aprender tudo isto no curso “Produção de Histórias em Quadrinhos”. As inscrições estão abertas até o próximo dia 25 e são gratuitas - assim como as aulas.

Ministrado pela professora Liz Oliveira, formada em Educação Artística com habilitação em Desenho pela Universidade Federal do Amazonas (UFAM) e militante há 15 anos na área, o curso terá duração de dois anos e será dividido em módulos de dois meses, em média. As primeiras aulas iniciaram esta semana, mas é perfeitamente possível adentrar as turmas disponíveis sem perder qualquer conteúdo. Segundo Liz, os alunos serão estimulados a criar seus próprios personagens e roteiros, sendo para tanto, guiados de acordo com os seus estilos.

“As pessoas têm na mente que o quadrinho depende de desenhos elaborados, quando na verdade estes vêm em segundo plano. Mais importante é saber trabalhar bem a mensagem que se quer passar em poucos quadros. Tudo isso será visto dentro do curso”, aponta a professora, que se utiliza de exemplos de ícones da área, como Henfil e Adão, cujo traçado simples não lhes impediu de alcançar o sucesso.

Por conta disso, o curso não é exclusivamente dedicado a quem já desenha com destreza - iniciantes ou mesmo os mais “inseguros” podem aproveitar para se dedicar à arte, sem medo. “Não é preciso ter um personagem primoroso. Você pode ter, por exemplo, duas pedrinhas e já trabalhar em cima disso. O traço é como a caligrafia: é particular de cada um”, adianta Liz.

Divulgação

publicidade

O encerramento será coroado com a produção de um fanzine, unindo o trabalho de todos os alunos. Até o fim desta caminhada, no encerramento de cada módulo, também haverá uma pequena exposição do que foi trabalhado no período em questão. A intenção é estimular os estudantes, procurando dar o máximo de visibilidade possível para suas criações e também mostrar que o trabalho do quadrinista pode ser bem-sucedido.

“Hoje já existem boas possibilidades de trabalho em Manaus. A gente tem o Romahs [Mascarenhas, quadrinista], que é parintinense, mas mora aqui e trabalha com o Maurício de Souza. A questão storyboard também vem crescendo junto com o cinema local”, explica Liz Oliveira.

Como o curso é inteiramente gratuito, é preferível correr atrás da inscrição o quanto antes. Serão disponibilizadas 90 vagas, sendo 60 para a tarde e 30 para a noite. As aulas acontecem no Centro Municipal de Arte Educação Aníbal Beça (CMAE), localizado na Rua J, s/n, São José III.

Turmas e horários

“Produção de Histórias em Quadrinhos” pode ser feito por qualquer pessoa com mais de 14 anos. As inscrições estão abertas e as turmas têm aulas duas vezes por semana: às segundas e quartas; às terças e quintas. São três horários: de 13h30 às 15h30; de 15h30 às 17h30 e de 17h30 às 19h30. Info pelo número 3644-5295.

publicidade
publicidade
Médicos e estudantes de Medicina participam de cursos de capacitação da UEA
Contratos de patrocínio da Petrobras passam por revisão, diz Bolsonaro
publicidade
publicidade
publicidade
publicidade

publicidade
publicidade

Mais de Acritica.com

Sobre Portal A Crítica

No Portal A Crítica, você encontra as últimas notícias do Amazonas, colunistas exclusivos, esportes, entretenimento, interior, economia, política, cultura e mais.