Publicidade
Entretenimento
Vida

Curta de Regina Melo, ‘Os anseios das cunhãs’ será lançado nesta sexta-feira (17), em Manaus

A produção audiovisual da escritora e jornalista Regina Melo é baseado em um de seus poemas e terá sua primeira exibição no Cine Theatro Guarany 16/10/2014 às 10:12
Show 1
Vanessa Pimentel numa cena do filme, que enfoca vida de mulheres no caos urbano da metrópole
JONY CLAY BORGES Manaus-AM

Depois de dar origem a uma revista em quadrinhos (2006), “Os anseios das cunhãs” agora ganha também a sua versão em curta-metragem. O poema escrito há mais de 30 anos pela escritora e jornalista Regina Melo, é a base para a produção audiovisual homônima que estreia amanhã, às 19h30, numa sessão aberta ao público no Cine Theatro Guarany. O filme narra, de forma poética e ficcional, a trajetória de mulheres que deixam a vida no interior do Estado e que, por razões diversas, “caem na vida” e passam a fazer parte do caos urbano da metrópole.

Com direção e roteiro de Regina, “Os anseios das cunhãs” busca traduzir a poesia do texto original de 1981 para a linguagem do audiovisual, numa mistura dos gêneros experimental e ficção. “Algo que buscamos, inclusive no processo de preparação do elenco, foi justamente encontrar o tom da poesia no cinema”, explica a realizadora, contando que fugiu ao estilo narrativo comum das produções comerciais. “As cenas são passadas com pessoas declamando o poema, e as imagens evocam as situações e vão construindo a narrativa”.

Filmado entre abril e julho, em Manaus e em comunidades próximas da capital, “Os anseios das cunhãs” traz no elenco Acácia Mié, Arnoldo Chaves, Lua Ramos, Maria Rejane Reinaldo, Rosana Rodrigues, Sabrina Oliveira e Vanessa Pimentel. Aparecem em cena ainda Dheik Praia, também coprodutora ao lado de Regina; Djuena Tikuna, intérprete da trilha sonora; e Koia Refkalefsky, também diretora de arte e figurinista. A equipe técnica incluiu também Fabiane Borges, na preparação de elenco, e Junior Rodrigues, na câmera, entre outros.

Desmistificação

Regina salienta que “Os anseios das cunhãs” não tem a proposta de ser um mero documentário sobre a prostituição feminina, embora seja construído sobre o tema. “É uma versão do poema que elaborei sobre essa temática, a partir da minha visão, então aos 22 anos, de uma cena passada na rua da Instalação”, declara a escritora, que buscou desmistificar a visão pejorativa que se tem da atividade dita mais antiga do mundo.

“É uma poesia lúdica que trata a prostituição como algo natural, mostrando que aquelas mulheres estão nas ruas usando o corpo não só como produto de comércio, mas para externalizar suas fantasias e desejos”, afirma.

Foi também para subverter a visão comum que se tem das prostitutas que Regina convidou profissionais da vida real para fazer figuração no curta, numa iniciativa que teve apoio da Associação das Prostitutas do Amazonas, também conhecida como As Amazonas. “Queremos quebrar os estigmas de que as prostitutas são pessoas diferentes. Na verdade são pessoas com os mesmos sonhos, mistérios e anseios”, defende.

Na ocasião do lançamento, que contará com a presença de representantes d’As Amazonas, o curta estará à venda em formato DVD ao preço de R$ 15. O material inclui encarte com sinopse, imagens de bastidores e o texto original do poema “Os anseios das cunhãs”.

Serviço

O que é: Lançamento do curta-metragem “Os anseios das cunhas”, de Regina Melo

Onde: Cine Theatro Guarany, Vila Ninita, anexo ao Centro Cultural Palácio Rio Negro, avenida Sete de Setembro, 1.546, Centro

Quando: Amanhã, às 19h30

Quanto: Gratuito

Publicidade
Publicidade