Publicidade
Entretenimento
Buzz

Da Web para comentários da TV: o estouro do blogger Hugo Gloss

Bruno Rocha, que se intitula nas redes sociais como Hugo Gloss, interage com as maiores expressões do País e faz sucesso em cobertura de eventos, celebridades e atrações de TV 30/10/2015 às 17:12
Show 1
Bruno Rocha, conhecido como Hugo Gloss
Laynna Feitoza Manaus, AM

Na infância, Bruno Rocha, como ele mesmo especifica, era um “demônio”. “Aprontava um monte! Minha mãe vivia sendo chamada na escola, pois eu tocava o terror. E me juntava a outros bagunceiros”, afirma ele. Ele cresceu, hoje tem 29 anos e é considerado por muitos brasileiros e até por profissionais da teledramaturgia como um “gênio do humor” na web. O personagem de Bruno na Internet é Hugo Gloss, que começou no Twitter com conselhos sinceros e hoje é dono de um site de conteúdo exclusivo e de uma fanpage no Facebook com quase três milhões de seguidores.

Bruno, que estourou com Hugo Gloss no Twitter, com o tempo começou a perceber que precisava de mais espaço além dos 140 caracteres. Uma das tiradas antigas de Gloss era o famoso “Bom dia para você”, que quase sempre vinha seguido de algum conselho engraçado e – pasmem – ideal, apesar do tom de piada “O ‘Bom dia’ começou quando eu morava na Espanha. Eu pegava um metrô e um trem para o trabalho e para aula, e aí ia observando as pessoas”, coloca ele.


Bruno Rocha com a cantora Lady Gaga. Instagram

Porém, na maioria das vezes, ele tirava inspiração dos fatos correntes na vida de seus amigos. “Vinha das histórias dos meus amigos mesmo. Por exemplo, uma amiga falava que terminou o namoro e eu já escrevia: ‘Bom dia amada que terminou o namoro! Não sofra! Deseje que ele engorde!’. Sempre algo desse tipo”, relembra Rocha. Os comentários eram sempre feitos pela manhã, e recebiam uma avalanche de compartilhamentos na rede social.

Por perceber que aquele espaço de texto o limitava um pouco, Rocha foi descobrindo outras ferramentas, como o Facebook, onde criou sua Fanpage. “Depois surgiu o site (www.hugogloss.com), que tem a intenção mesmo de ser um portal de notícias e também de conteúdos exclusivos”, comenta Bruno. O site é dividido nas seções “De Frente com Gloss”, “Cinema”, “Music”, “Premiações”, “Baphos” e “Pop”, e conta com notícias que vão desde lançamentos musicais e cinematográficos, passando por notícias quentes do mundo das celebridades nacionais e internacionais; até coberturas de eventos populares, como o MTV Ema 2015 e o Emmy Awards 2015.


Bruno Rocha e a cantora Demi Lovato. Instagram

Explosão

O site, por exemplo, levantou cerca de 20 milhões de acessos no último mês. O sucesso dos canais de Gloss na web aumentou ainda mais com a estreia de “Verdades Secretas” na Rede Globo, no mês de junho, em que Hugo fazia uma espécie de resumo de cada capítulo com bastante humor: por ser muito fã da novela, ele criava apelidos para os personagens a partir da personalidade deles, e até unindo personagens célebres do passado de cada ator e mesclando nomes.

A exemplo de “RajGrey” – apelido dado ao personagem Alex, de Rodrigo Lombardi, devido à junção de Raj, outro personagem de sucesso do ator, com Christian Grey, de “50 Tons de Cinza”, por conta do caráter sexual e meio explorador de Alex.

O acerto foi tanto em cima dos resumos de Gloss que até Walcyr Carrasco, criador da trama, fez questão de elogiá-lo nas redes sociais e em entrevistas à Veja São Paulo e Veja Rio. Tudo porque os resumos despojados indiretamente turbinavam a popularidade da novela. “Fiquei passado, pois não tinha dimensão de até que ponto as pessoas liam e se envolviam. Comecei a ter noção quando a Camila Queiroz (Angel) disse que todos estavam chamando o Rodrigo Lombardi de RajGrey. Aí falei: ‘Ih, pegou mesmo’”, celebra.

Embora tudo tenha tomado grandes proporções, Bruno diz que não se considera uma influência para a teledramaturgia brasileira. “Até porque teledramaturgia é um dos vários assuntos que cubro. Mas acho que está comprovado que a TV precisa se reinventar. Em tempos de Youtube e serviços de streaming, o espectador tem uma infinidade de opções. Não é mais só TV a cabo. O conteúdo está ao dispor do consumidor a qualquer momento, em várias plataformas. Para a TV aberta ser atrativa, ela precisa se diferenciar. As pessoas mais novas estão vindo ligadas na Internet e não na TV, tem que saber atraí-las!”, afirma ele.

Publicidade
Publicidade