Publicidade
Entretenimento
Vida

Delícia de negócio: bolos artísticos para festas são novo ramo para empreendedores

Para começar novo negócio, microempreendedor precisa planejar, estudar o mercado e os clientes, saner a missão da empresa e adotar estratégia de comunicação 31/08/2015 às 11:05
Show 1
Estilo ‘Naked Cake’ (ou bolo pelado), valorizam um recheio saboroso, viraram tendência de várias celebrações.
Cinthia Guimarães ---

Qualquer evento comemorativo. Seja um aniversário infantil, de 15 anos, batizado, casamentos ou bodas não pode faltar o bolo como estrela do evento. Aproveitando que o brasileiro adora uma festa, muitas pessoas estão apostando neste ramo e até largando profissões em nome dos lucros que podem superar 100% do produto.

Uma delas é a doceira Sasha Duarte, 28 anos, que começou o negócio há dois anos e meio após a encomenda de uma amiga. “Sempre gostei de gastronomia, mas só fazia por hobby. Trabalhava com automação residencial representando uma empresa de São Paulo. Acabei unindo útil com o agradável e já fui explodindo a encomendas e quando vi já tinha uma carta grande de clientes”.

Sasha, que hoje emprega quatro pessoas, além do marido que deixou o emprego de agende imobiliário, conta que hoje ganha 20 vezes mais do que a renda que tirava como representante comercial só com as encomendas da sua empresa, a “Sasha Duarte Gourmet”. São mais de 30 sabores de bolos, especialmente do tipo Naked Cake (bolo nu com decoração vintage), que custam de R$ 100 a R$ 600. O próximo passo? “Quero abrir um ateliê pra pronta entrega, tipo um café e, quem sabe, um futuro bistrô”, planeja.

Conhecido como o “Cake Boss” do Amazonas (programa americano que relata o cotidiano do confeiteiro Buddy Valastro), Wollace Bruno recebe em média 25 encomendas de bolos artísticos por semana. Entre as criações estão bolos temáticos em formato da cúpula do Teatro Amazonas, de um caminhão, de táxi e de personagens de desenhos, todos em pasta americana. Wollace disse que deixou o emprego de auxiliar administrativo há seis anos para investir numa sociedade de tortas artesanais geladas e posteriormente começou a fazer bolos artísticos.

“Sou autodidata. Nunca fiz curso na área. Vejo umas coisas na Internet e vou criando de acordo com a vontade do cliente”, explica o boleiro que emprega quatro pessoas e já planeja se mudar para uma cozinha industrial. Hoje, Wollace tira 10 vezes mais de lucro do que ganhava no antigo emprego.

Organizar festas da família sempre foi o hobby da publicitária Gabrielle Barreto, 30 anos, que após pedido de amigos tornou o prazer numa fonte extra de renda. Há um ano ela criou  junto com a tia Maria do Socorro Barreto  “My Cake”, especializada em bolos artísticos, além da ornamentação de eventos. “Cobramos preços mais em conta do mercado para captar novos clientes”, conta. Elas espera que com o crescimento das encomendas possam se dedicar 100% ao projeto.

Plano de negócios

Para começar um negócio como microempreendedor individual com chances de sucesso é preciso fazer planejamento, estudar o mercado, estudar os clientes, adotar a estratégia de comunicação, saber qual é a missão da empresa, quais serão os parceiros e os fornecedores, escolher a fonte de receita e montar a estrutura de custo. É o que recomenda a gerente de Atendimento Individual do Serviço de Apoio à Micro e Pequena Empresa (Sebrae-AM), Ana Paula Rodrigues.

As capacitações para gestão do negócio são tão importantes quanto o talento para produzir algo vendável, explica a gerente de Atendimento.

A equipe do Sebrae auxilia na aplicação do sistema de modelgagem de negócios Canvas, oferecem oficinas do projeto “Começar bem”, bem como palestra nos temas de empreendedorismo, microempredeedor, formalização de empresa, orientação para construir um plano de negócios, suporte de finanças em qualquer unidade do Sebrae.

No site do Sebrae é possível encontrar artigos informativos sobre organização. leis e ormas, mercado, cooperação, inovação, empreendedorismo, planejamento e finanças. A central de relacionamento do Sebrae também funciona por meio do telefone 0800-570-0800.

Publicidade
Publicidade