Sábado, 17 de Agosto de 2019
Vida

Dia do Jazz: Novo grupo e apresentações durante a semana marcam data em Manaus

Para comemorar a data, instituído em 2012 pela Unesco, o Bem Viver dá dicas de onde ouvir e aprender mais sobre o estilo na cidade



1.gif Pianista e compositor, Herbie Hancock propôs à Unesco a criação da data
30/04/2013 às 12:47

Nascido em New Orleans, nos Estados Unidos, o jazz conquistou o mundo ao longo do século 20 e hoje tem se mesclado com inúmeros estilos musicais, mas sempre marcado pela complexidade harmônica e poder de improvisação. Para comemorar o Dia do Jazz, instituído no ano passado pela Unesco, o A CRÍTICA dá dicas de onde ouvir e aprender mais sobre o estilo na cidade de Manaus.

A grande novidade fica a cargo do Workshow Jazz e Música Brasileira, ministrado pelo percussionista e professor de música Ygor Saunier. O evento, que mescla oficinas com foco em percussão e bateria a apresentações musicais, acontece no Caua (Centro de Artes da Universidade Federal do Amazonas), na rua Monsenhor Coutinho, 724, Centro, de 15 às 18h deste sábado (04). O ingresso custa 20 reais, com desconto para alunos do CMA (Conservatório de Música do Amazonas) e do Liceu de Artes e Ofícios Cláudio Santoro.

Jazz amazônico

O “workshow” coincide com o lançamento do grupo Marupiara Trio, composto pelos músicos Anderson Farias (piano), Miquéias Pinheiro (contrabaixo) e Ygor Saunier (bateria e percussões). O grupo se apresenta ao fim das oficinas.  “Nossa proposta é fazer uma releitura de temas amazônicos clássicos incorporando a linguagem do jazz”, adianta Ygor.

A banda é a mesma que viajou no ano passado para Nova York, acompanhando a cantora amazonense Karine Aguiar na gravação do disco “Arraial do Mundo”, que também trabalha a sonoridade amazônica aliada aos ritmos jazzísticos e foi produzido por ninguém menos que Vana Gierig, grande pianista de jazz da atualidade. “Foi uma sensação maravilhosa (ter o disco produzido por Gierig), agregou muito valor ao meu trabalho”, declarou Karine.

No mês de maio, a cantora pretende realizar uma série de  shows em Manaus a fim de angariar recursos para nova viagem a Nova York, dessa vez para divulgar o novo álbum. “Nós já temos duas casas confirmadas em Nova York no mês de agosto”, comemora a cantora, que teve influência das grandes divas do jazz, com Billie Holiday e Ella Fitzgerald, das quais ela diz tirar grande aprendizado.

“Elas são uma escola, não só como artistas, mas como seres humanos, pois buscaram a liberdade através da música enquanto ferramenta de combate a uma sociedade preconceituosa e sexista”, declarou, provando que jazz, além de cultura, é também história, conhecimento e arte do mais alto calibre.

Semana Dedicada

Segundo Humberto Amorim, radialista e jazzófilo, como ele mesmo se define, a capital amazonense é a única cidade da América do Sul a ter uma semana inteira dedicada à apreciação do jazz.

“O projeto, de autoria da vereadora Lucia Antony (PCdoB-AM), cria a semana de apreciação ao jazz, na última semana de Julho, coincidindo com o Festival Amazonas de Jazz”, diz ele, que também é apresentador do programa “Momentos de Jazz”, todos os domingos, ao meio dia, na rádio Amazonas FM.

“Dizer que o amazonense não tem cultura para ouvir jazz é uma grande falácia. E o programa (Momentos de Jazz) é uma prova disso: tem 18 anos ininterruptos e mais 5 mil seguidores no Facebook”, diz ele, que também é líder da banda “All that jazz”.

Serviço

Show: 11 de maio, a banda All that Jazz apresenta seu jazz clásssico no Jack’n’Blues.

Aula: Neste sábado, às 15h, o Centro de Artes da Universidade do Amazonas, sediará o Workshow Jazz e Música Brasileira, ministrado pelo bateirista Ygor Saunier.

Canja: Às sextas-feiras, o saxofonista Júnior Leal dá uma canja de jazz e bossa nova no Botequim do Vinho.

Receba Novidades

* campo obrigatório

Mais de Acritica.com

Sobre Portal A Crítica

No Portal A Crítica, você encontra as últimas notícias do Amazonas, colunistas exclusivos, esportes, entretenimento, interior, economia, política, cultura e mais.