Terça-feira, 21 de Maio de 2019
ADAPTAÇÃO

Diretores transformam filme sobre José Aldo em minissérie para a televisão

“Mais forte que o mundo” será exibido em quatro episódios na TV Globo a partir do dia 3 de janeiro



01/01/2017 às 05:00

Depois de estrear nos cinemas de todo o País, o filme “Mais forte que o mundo”, que conta a história do lutador amazonense José Aldo, chega à grade da Globo como uma minissérie de quatro episódios. A atração será exibida a partir da próxima terça-feira (3), logo após a novela “A Lei do Amor”, mas quem for assinante do Globo Play já pode conferir a trama completa na Internet.

“Fiquei nervoso na época do lançamento do filme nos cinemas, agora a expectativa é a melhor possível. Vamos chegar a todas as casas. A minha história poderia ser a de qualquer pessoa neste País. Muitas pessoas passaram pelo que passei. Eu espero que a série possa inspirar bastante gente a seguir os seus sonhos e alcançá-los”, comentou o campeão José Aldo, em recente coletiva de lançamento.

George Moura, Afonso Poyart (o mesmo diretor do filme) e Marcelo Rubens Paiva são as cabeças por trás do roteiro da minissérie, que foi convertida para as telinhas com uma porção de novidades. Além das cenas originais, a versão “Mais forte que o mundo” para a TV ganhou um toque documental, com entrevistas e imagens de arquivo. Segundo Moura, esses momentos serão narrados pelo próprio José Loreto, ator que interpreta Aldo.

“A TV aberta é muito receptiva para isso. Quando você mixa o lado mais jornalístico com a dramaturgia é muito legal. Você cria uma terceira linguagem. Eu fiquei encantado com o filme e quando me chamaram para esse desafio eu pensei: ‘Como tornar esse filme ainda mais encantador? Foi por aí que segui’”, completa.

Suou a camisa

Quando assistiu ao clipe da minissérie, José Aldo não conseguiu segurar a emoção – apesar de estar numa fase puxada de treinamento, o campeão do MMA quase chorou. “Passa um filme na minha cabeça de tudo que aconteceu. Agradeço a todos, principalmente ao Loreto. Eu vi o sofrimento que ele passou para fazer o personagem”, disse.

Esse reconhecimento não é para menos. Para viver o lutador no cinema, Loreto se tornou aprendiz de MMA e teve aulas com Aldo. Para o ator, esse o foi o maior papel da sua carreira até agora. 
“Aldo estava agradecendo por eu ter me dedicado, mas o mínimo que eu tinha que fazer era me dedicar para ficar o mais perfeito possível. Sua história foi nossa maior motivação”, afirma ele, que admite sempre ter sido fã do amazonense. “Há cinco anos, lancei um olho gordo quando soube que teria um filme da vida dele”.

Como parte da preparação para viver o personagem, Loreto também entrou na linha e iniciou uma dieta para emagrecer cinco quilos. “O maior desafio deste papel talvez tenha sido fazer um personagem fisicamente muito diferente de mim, além de ser uma pessoa ainda viva e mais jovem que eu”, revela o artista, que é acompanhado por um elenco de estrelas: Cleo Pires, Milhem Cortaz, Claudia Ohana, Rômulo Neto, Thaila Ayala e Jackson Antunes.


Mais de Acritica.com

Sobre Portal A Crítica

No Portal A Crítica, você encontra as últimas notícias do Amazonas, colunistas exclusivos, esportes, entretenimento, interior, economia, política, cultura e mais.