Sexta-feira, 24 de Maio de 2019
Vida

Do hospital para o conforto do lar: saiba mais sobre o serviço de médicos em domicílio

Ficar internado não é nada agradável, mas em Manaus já é possível optar pelo tratamento e exames médicos em casa, mais perto dos familiares



1.jpg
Dona Maria Amélia recebe atendimento médico sem ter que sair de casa
10/01/2016 às 15:43

“Não há lugar como o nosso lar”. Essa frase marcou o filme "O Mágico de Oz" e o mesmo sentimento de Dorothy é compartilhado não somente por quem está em uma terra longínqua. A saudade do aconchego familiar é comum em hospitais. Afinal, nada se compara aos sons e cheiros de casa, onde há aquela sensação de alívio e segurança.

Não importa a idade, status ou crença. A necessidade de passar algumas horas, semanas ou meses em um leito não é uma ideia nada agradável. E foi justamente para aliviar a dor de quem necessita de cuidados especiais que nasceu a Santé Plus, há 2 anos e meio. A empresa de saúde oferece atendimento e acompanhamento domiciliar, com um quadro multiprofissional formado por 60 especialistas de diferentes áreas.

“Nosso foco é o conforto para paciente e família; entre as vantagens estão a redução do risco de infecções hospitalares e recuperação mais rápida. Há casos onde o paciente não tem um bom prognóstico, porque fica na UTI, longe da família”, diz a idealizadora do empreendimento, Helen Brandão, ao ressaltar que também é possível proporcionar cuidados paliativos. “Às vezes, não tem cura, mas oferecemos qualidade de vida. É o nosso dever”, enfatiza.

Entre os serviços oferecidos pela equipe, também liderada por Jussara Costa, estão consultas, coleta e realização de exames; internação domiciliar para pessoas que apresentam grau de dependência mais elevado — limitadas ou não ao leito, em processo de reabilitação ou clinicamente estáveis; e Programa de Gerenciamento de Crônicos (diabetes, Parkinson, Alzheimer), que necessitam de acompanhamento, reduzindo a progressão das patologias.

“É complicado para um paciente em reabilitação, seja de AVC ou acidente de carro, com patologias e seqüelas, se deslocar. Atendemos muitos idosos com Parkinson e Alzheimer, que estão limitados ao leito. Colocá-los em uma ambulância e enfrentar o trânsito, ida e volta, para ir ao médico é muito desgastante, cansativo. Às vezes, eles precisam de cuidados simples, algo que pode ser tratado no conforto de casa”, explica Helen.

Atualmente, a Santé Plus acompanha uma média de cem pacientes por mês. Diariamente, eles são analisados por integrantes da equipe e as informações são repassadas aos especialistas — pediatra, cardiologista, neurologista, etc. — para avaliar a evolução do quadro clínico. Toda intervenção médica é feita para evitar uma internação hospitalar desnecessária, sempre priorizando o conforto e a qualidade de vida.

“Temos todas as especialidades. Com apoio multiprofissional, tiramos um sobrecarga dos ‘cuidadores’ e da própria família. Quando se divide funções, fica mais leve e proveitoso”, afirma a responsável, ao lembrar como surgiu a ideia. “Eu era médica de uma operadora de saúde e vi a oportunidade de criar um programa para reduzir a hospitalização. Há pessoas que ficam longos períodos no hospital, mas poderiam estar em casa”, lembra.

Entre as especialistas que atendem pela empresa estão a clínicos gerais, cardiologistas, pediatras, neurologistas, nefrologistas, fisioterapeutas (especializados em acupuntura, hidroterapia, gerontologia, pediatria, medicina intensiva, neurologista), fonoaudiólogos, psicólogos, nutricionistas, enfermeiros, técnicos de Enfermagem, cuidadores e terapeutas ocupacionais.

O próximo passo da Santé Plus será a criação de quatro clínicas médicas em shoppings de Manaus. Diferentemente da maioria, entretanto, as consultas serão somente particulares e terão preços acessíveis. “Pretendemos cobrar um valor bem abaixo da média: de R$ 40 a R$ 80. Uma consulta, geralmente, custa até R$ 300. Há insatisfação grande por parte da população com o sistema público e as operadoras de saúde. Vamos oferecer qualidade, rapidez e valores acessíveis a todas as classes”, informa a médica Helen Brandão.

Mais pertinho da família

Dona Maria Amélia, 93, tem Alzheimer e passou quatro meses internada no início de 2015. Voltou para casa na dependência de uma sonda de alimentação, porém, vez ou outra, era preciso correr para o hospital, já que insistia em retirar o tubo. Com o acompanhamento da Santé Plus, ela voltou a comer e conviver com os familiares. A melhora na disposição, aliviou o coração de Raimunda Cavalcante, 59, uma das filhas.

“Esse serviço é muito importante, caiu do céu. Ela quase foi a óbito no ano passado e ficou muito tempo com a sonda. Com ajuda da fonoaudióloga e da nutricionista da equipe, ela não precisou mais e até pede comida”, diz a aposentada, ao ressaltar a importância do trabalho da fisioterapeuta. “Ela não fica apática, está mais bem disposta. Não se lembra de muitas coisas, mas interage no dia a dia com a gente”, completa.

Apesar de não andar há quase 1 ano por causa da trombose,a idosa não fica limitada à cama. Com ajuda de netos e filhos, que se revezam juntamente com as “cuidadoras” e profissionais da saúde, ela fica em outros cômodos da residência. “Em casa, ela pode ficar mais à vontade, sem se limitar ao leito. E uma técnica de enfermagem vem todo dia, não importa se é feriado, para fazer uma avaliação”, enfatiza Raimunda.

Serviço

O que é: Santé Plus

Endereço: Avenida Cravina dos Poetas, 366, Ajuricaba

Contato: 3651-2646



Mais de Acritica.com

Sobre Portal A Crítica

No Portal A Crítica, você encontra as últimas notícias do Amazonas, colunistas exclusivos, esportes, entretenimento, interior, economia, política, cultura e mais.