Segunda-feira, 19 de Agosto de 2019
CINEMA

Documentário sobre Cosme Alves Netto ganha sessão gratuita na Ufam

"Tudo por amor ao cinema" traz depoimentos de familiares e amigos do amazonense que dirigiu durante mais de 30 anos a Cinemateca do MAM



05/12/2016 às 14:21

O Núcleo de Antropologia Visual (Navi) e o Cine&Vídeo Tarumã realizam nesta terça-feira, às 14h30, uma sessão do documentário “Tudo por amor ao cinema”, do diretor Aurelio Michiles. A exibição acontece no Auditório Rio Negro, localizado no Instituto de Ciências Humanas e Letras (ICHL) da Ufam, no Coroado. O acesso é gratuito.

O longa-metragem traz à tona a vida e trajetória profissional do amazonense Cosme Alves Netto, que dirigiu a Cinemateca do MAM, no Rio de Janeiro, por mais de 30 anos e ficou conhecido por sua atuação na divulgação e preservação do cinema brasileiro e latino-americano.

“Tudo por amor ao cinema” mostra depoimentos de familiares e amigos de longa data de Cosme, entre eles Eduardo Coutinho, Cacá Diegues, Márcio Souza, Walter Carvalho, Vladimir Carvalho, Nelson Pereira dos Santos e Silvio Tendler. O documentário foi rodado no Brasil (São Paulo, Rio de Janeiro, Salvador, Brasília e Manaus), Havana (Cuba) e Lisboa (Portugal).

“O filme do Aurelio é uma aula sobre a historia do cinema, da repressão à cultura durante a ditadura militar e do papel que Cosme teve na agitação cultural em Manaus desde os anos 1960, com a criação do GEC (Grupo de Estudos Cinematográficos) e o Festival de Cinema Brasileiro de 1969, quando ‘descobrimos’ Silvino Santos”, pontua a professora e pesquisadora Selda Vale, coordenadora do Navi.

Depois da exibição, o professor Tomzé e o escritor Márcio Souza participam de um debate sobre o documentário.

Receba Novidades

* campo obrigatório

Mais de Acritica.com

Sobre Portal A Crítica

No Portal A Crítica, você encontra as últimas notícias do Amazonas, colunistas exclusivos, esportes, entretenimento, interior, economia, política, cultura e mais.