Segunda-feira, 22 de Abril de 2019
publicidade
teatro-amazonas-festival_BEBABCD9-5005-4CD9-AA96-54D1A17C9529.jpg
publicidade
publicidade

FOA

Festival Amazonas de Ópera será transmitido em rede nacional pela TV Cultura

Em sua 22ª edição, Festival terá apresentações em Manaus entre 26 de abril e 2 de junho


16/03/2019 às 16:08

Nas comemorações do centenário de nascimento de Cláudio Santoro, o 22º Festival Amazonas de Ópera – 26 de abril a 2 de junho de 2019 – vai reapresentar a ópera Alma, do maestro e compositor amazonense. A informação é do secretário estadual de Cultura, Marcos Apolo Muniz, que esteve esta semana em São Paulo e Brasília fazendo os contatos e convites a artistas e autoridades culturais que estarão presentes no festival.  Muniz se reuniu com a direção da TV Cultura de São Paulo que, em parceria com a TV Cultura do Amazonas, vai fazer a transmissão nacional do Festival Amazonas de Ópera.

“Já iniciamos as tratativas com a TV Cultura de São Paulo que vai cuidar de toda a parte técnica, fazer as gravações e posteriormente a transmissão e divulgação nacional e internacional das obras, com o apoio da nossa Funtec (Fundação TV Cultura do Amazonas). E esse convênio não será apenas para o festival de ópera, mas de todos os eventos e produtos culturais do nosso estado”, explica Marcos Muniz.

Com patrocínio do Bradesco, o 22º Festival Amazonas de Ópera está com um orçamento previsto de R$ 4 milhões. Músicos, cantores e diretores cênicos renomados como Jorge Takla e Nicolas Boni, da opera Tosca, de Giacomo Puccini, têm participação garantida no festival. O secretário de cultura amazonense também confirmou a presença da diretora executiva da Opera Latinoamerica (OLA), Alejandra Marti; do chefe da divisão de assuntos culturais do Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID), Trinidad Zaldivar, e do presidente da Academia Brasileira de Música, João Guilherme Ripper.

“Logo que nós entramos (na SEC), recebemos uma cobrança muito grande de agências de turismo, de pessoas que costumam viajar o mundo assistindo ópera e começamos a perceber a influência do festival nesse segmento do País. Segundo informações colhidas por nós, 30% do que foi produzido de ópera no ano passado foi no Amazonas, então, ele é muito importante para a difusão da cultura do nosso estado", disse o secretário.

Encontros e Recitais

Além das cinco peças de ópera que serão apresentadas entre 26 de abril a 2 de junho, no Teatro Amazonas, o festival traz Recitais Bradesco – 08,15,22 e 27 de maio – no Teatro da Instalação, com canções de Cláudio Santoro. Acontece ainda o encontro “Os Teatros de Ópera e a Economia Criativa na América Latina”, nos dias 26 e 27 de maio, no Centro Cultural Palácio da Justiça. O projeto Ópera Mirim-Pequeno Teatro do Mundo (ópera “L’enfant et les Sortièges, de Maurice Ravel) terá duas apresentações no interior, quatro apresentações em bairros de Manaus e outras quatro apresentações no hall do Teatro Amazonas.

As origens

Criado em 1997, o Festival Amazonas de Ópera já foi prestigiado por quase 50 mil pessoas, em mais de 480 apresentações. Nos três meses de preparação e realização do evento, aproximadamente 60 postos de trabalho são gerados no turismo e no comércio, segundo dados da Secretaria Estadual de Cultura. Nas 21 edições realizadas, foram formados 4.801 técnicos e artistas; houve participação de 700 artistas, 90 montagens, 83 óperas executadas, sendo quatro delas com estreia mundial em Manaus. O festival conquistou cinco prêmios.

 

TRÊS PERGUNTAS

Marcos Apolo Muniz - Secretário Estadual de Cultura do Amazonas

Nessa sua agenda fora do Amazonas, além de São Paulo, o senhor esteve em Brasília e se encontrou com empresários e parlamentares da bancada. O que foi discutido nesses encontros?

Foi um contato produtivo com os parlamentares que se mostraram muito sensíveis às questões ligadas à cultura. Tratamos de assuntos ligados à captação de recursos para projetos artísticos e culturais do Estado. O foco foi a geração de emprego e renda através do setor, a valorização da cultura, na capital e interior e a manutenção do patrimônio histórico do Amazonas. Também me reuni com diretores da Coca-Cola e da Ambev que são os parceiros do Festival de Parintins, que esse ano volta para a Secretaria de Cultura. Também estamos dialogando com a Prefeitura de Parintins, com a direção dos dois bois bumbás e com a TV/Record A Crítica que fará a transmissão da festa folclórica. O governo do Estado vai entrar com R$ 5 milhões de todo o orçamento do festival.

Tanto em São Paulo quanto na capital federal foram apresentados os programas e ações da SEC para 2019. Quais são os destaques desta programação?

Além do Festival Amazonas de Ópera, o Carnaval já realizado e Festival Folclórico de Parintins, no final de junho, vamos tocar o projeto da expedição cultural. Vamos sair de Manaus e para o interior, levando oficinas de música, teatro, dança, concursos literários, com a expansão do Liceu de Artes e Ofícios Cláudio Santoro, sempre com a parceria das Prefeituras Municipais. Também já estamos desenvolvendo o projeto “Empreendedorismo Cultural”, um programa de capacitação para preparar os artistas e produtores para participação em editais e desenvolvimento profissional.

É verdade que o Teatro Amazonas terá um portal com notícias e informações específicas para fins culturais e turísticos?

O Teatro Amazonas é nosso maior cartão postal, o teatro mais belo do País. Estamos desenvolvendo um portal completo com a programação do teatro, fotos e a história do nosso teatro. Qualquer pessoa que quiser informações sobre o Teatro Amazonas e a cultura do nosso estado, vai encontrar nesse site, que deve ser lançado no Festival Amazonas de Ópera. Também vamos lançar, agora, no dia 19 de março, o Portal a Cultura com informações detalhadas dos projetos e ações da cultura amazonense.

publicidade
publicidade
Em transmissão ao vivo, Guaidó promete retornar à Venezuela a qualquer momento
Assista ao vivo ao desfile das escolas de samba de Manaus do Grupo Especial
publicidade
publicidade
publicidade
publicidade

publicidade
publicidade

Sobre Portal A Crítica

No Portal A Crítica, você encontra as últimas notícias do Amazonas, colunistas exclusivos, esportes, entretenimento, interior, economia, política, cultura e mais.