Quinta-feira, 18 de Julho de 2019
NOVELA

Dudu Azevedo fala sobre papel de Jesus na Record: ‘meu maior desafio profissional’

O ator conta que gravar as cenas da crucificação e milagres de Cristo foram as mais marcantes para ele



bv0112-70F.jpg Foto: Divulgação/ Record
08/08/2018 às 17:37

No ar interpretando Jesus na novela homônima da Record TV, o ator Dudu Azevedo revelou que representar o homem que mudou a história da humanidade é o maior desafio profissional da carreira dele. 

Dirigida por Edgard Miranda, a novela tem contado com base na bíblia desde os primeiros capítulos a trajetória de Cristo aqui na terra, desde o nascimento e, nos próximos, os feitos de Jesus, bem como morte e ressurreição. 

No cinema, Dudu já viveu nomes importantes como baterista Guto Goffi em "Cazuza – O Tempo Não Para", protagonizou o filme “Ódiqué?”. Já na televisão, ele está no ar desde 1994 quando interpretou Danton em "Confissões de Adolescente", além de outros papéis como Cássio Machado na minissérie "JK" (Rede Globo, 2006), Neymar em "Insensato Coração" (2015), também na mesma emissora, e entre outros. 

Há dois anos “mergulhou” na dramaturgia de cunho religioso quando assinou contrato com a Record. Na emissora, viveu papéis como Zur em “Os Dez Mandamentos (2016)”, Asher, o Lázaro em “O Rico e Lázaro 2017)” e Jesus em "Apocalipse" (2018), e no segundo semestre do ano assumiu novamente o papel de Cristo na emissora. 

Para esse desafio, Dudu conta que teve apenas dois meses e meio de preparação. “Um suporte na parte teórica com encontros semanais, leituras, aulas de história e conhecimento da Bíblia. Além disso, fiz um trabalho de um mês com o preparador Christian Duurvoort, esse mais voltado para o trabalho de ator com pesquisas, experimentos, busca de referências e, sobretudo, um mergulho mais profundo no autoconhecimento”, conta o ator sobre a consultoria com o preparador de elenco de trabalhos como Cidade de Deus, Ensaio sobre a Cegueira, entre outros.

A novela vai exibir momentos marcantes da história de Jesus. Atualmente, Dudu conta que estão gravando as cenas dos milagres. Ele aponta ainda como tem sido a experiência e revela qual episódio foi o mais desafiador. “São muitos milagres e cada um traz novas sensações. Já gravamos a Via Crúcis, toda a parte da crucificação e com certeza foram as cenas mais difíceis”, disse. 

Indicado no ano passado ao "Prêmio Contigo!" na categoria Melhor Ator na interpretação em “O Rico e Lázaro”, Azevedo diz se considerar uma pessoa de muita fé, o que torna a experiência de viver Jesus ainda mais significativa para a carreira dele. “Tem sido uma grande experiência de vida contar e viver a história de Jesus. Sem dúvida alguma sairei uma pessoa melhor ao fim do trabalho. Mas não posso deixar de dizer que é meu maior desafio profissional. Sempre fui um homem de fé e tenho certeza que isso faz de mim um melhor ser humano. Não deixo nunca de buscar o meu melhor em comunhão com as premissas que me servem de base e me motivam”, finaliza Dudu.

Receba Novidades

* campo obrigatório

Mais de Acritica.com

Sobre Portal A Crítica

No Portal A Crítica, você encontra as últimas notícias do Amazonas, colunistas exclusivos, esportes, entretenimento, interior, economia, política, cultura e mais.