Quarta-feira, 26 de Junho de 2019
Moda masculina

Consultor de imagem diz que mulheres não podem comprar roupas para homens

Consultor de imagem Alexandre Taleb lança livro com dicas de moda e estilo para os homens



WhatsApp_Image_2016-08-05_at_2.27.36_PM__2_.jpeg Segundo ele, o que não pode faltar no armário de um homem é a calça jeans lisa e escura
08/08/2016 às 12:21

A carreira do consultor de imagem masculina Alexandre Taleb começou cedo, mas ao mesmo tempo não. “Com 8 anos de idade já reparava nos outros e sabia o que ficava legal e o que não ficava”, diz ele. Com a consultoria de imagem, iniciada efetivamente em 2011, ele teve que largar tudo. Hoje, com um quadro na TV que fala sobre moda masculina, ele também dá aulas sobre o assunto no Brasil, França e Estados Unidos, atuando também como blogueiro da Caras Online. Agora, ele acaba de lançar o livro “Imagem Masculina” (Editora Senac São Paulo), primeiro e único voltado para a categoria no País.

O livro é uma resposta geral a todas as perguntas feitas ao consultor por meio das aulas que dá, por meio de seu blog (www.alexandretaleb.com.br) – onde dá dicas sobre estilo e variedades aos homens – e pelo Facebook, todas relacionadas à imagem dos homens. “Falei ‘Por que não lançar um livro para ajudar o povo brasileiro que quer saber informações?’. No Brasil, não há um livro assim para informar”, pondera ele, afirmando que na obra, ensina o homem a como ter uma boa imagem e fazer a transição da imagem tradicional para a contemporânea sem ter medo de errar.

“Existem sete tipos de estilos universais. Cada homem tem um estilo próprio. Ninguém muda de estilo, só pode melhorá-lo. O problema é que o homem brasileiro é muito tradicional, conservador e preconceituoso. Qualquer coisa que o deixe mais elegante e estiloso ele acha estranho. O homem brasileiro tem medo de ousar. Então ele acaba pegando um terno largo, uma roupa larga que parece que era do bisavô e acaba colocando nele. Acho que os maiores tabus do homem quanto ao estilo são o medo de errar e o medo de parecer ‘over’. O homem tem que usar o que fica bem nele e não ter medo de críticas”, completa o consultor.

Táticas de estilo

Um dos erros mais comuns, segundo Taleb, é a mulher querer ter um papel muito grande no estilo do homem. “A mulher acaba comprando roupa para ela, para o filho e para o marido. O que ela compra para o marido é o que ela acha legal para ela, ao estilo dela. É um erro grande mulheres comprarem roupas para os homens. O certo é o homem comprar a própria roupa, ter o próprio estilo e ter a ajuda de um profissional – como o consultor de imagem – para auxiliá-lo”, declara.

Ainda segundo ele, o que não pode faltar no armário de um homem é a calça jeans lisa e escura, por ficar bem em qualquer ambiente. “Ele pode usar tanto de dia quanto de noite. E um belo blazer azul marinho acinturado. São duas peças essenciais que o homem deve ter no guarda-roupa. O homem brasileiro usa muito sapato preto. O sapato preto não é mais chique, o mais chique é ter sapato marrom-café”, diz ele.

Na lista de itens que não podem ter lugar no armário masculino, estão as roupas muito largas, roupas velhas e sem botão e calças sem barra feita. “A barra não feita dá a impressão de um homem que não tem qualidade”, encerra Taleb.

Receba Novidades

* campo obrigatório

Mais de Acritica.com

Sobre Portal A Crítica

No Portal A Crítica, você encontra as últimas notícias do Amazonas, colunistas exclusivos, esportes, entretenimento, interior, economia, política, cultura e mais.