Domingo, 18 de Agosto de 2019
Vida

'Elas Cantam Samba' traz show especial para o Dia das Mães

No show as cantoras serão acompanhadas pelos músicos Claudio Nunes no violão sete cordas e, que também assina a direção musical, Casqueta, Keké e Ailson Azamba juntos dividem a percussão, Aécio Neves no sax e flauta e Rogério no cavaquinho



1.jpg Projeto é composto por Lucilene Castro, Márcia Siqueira, Cinara Nery e Fátima Silva
02/05/2013 às 11:57

Novas composições de vários interpretes consagrados no samba nacional, como Beth Carvalho, Zeca Pagodinho, Diogo Nogueira, Jorge Aragão, Alcione e Clara Nunes serão interpretadas pelas cantoras amazonenses Lucilene Castro, Márcia Siqueira, Cinara Nery e Fátima Silva na edição especial de Dia das Mães do projeto “Elas Cantam Samba”, próximo dia 11 de maio no bar Zero Grau.

A terceira edição do projeto terá duas outras atrações convidadas: Zezinho Corrêa e Junior Rodrigues, ambos experientes no gênero. Zezinho Corrêa cantará “O que é o Que É”, composição de Gonzaguinha; “É Hoje”, de Caetano Veloso e “Foi um Rio Que passou em Minha Vida”, de Paulinho da Viola. Já Junior Rodrigues cantará algumas de suas composições como “A Casa da Mãe da Gente” e “Parti do Alto” música do seu novo disco que será lançado em breve.

No show as cantoras serão acompanhadas pelos músicos Claudio Nunes no violão sete cordas e, que também assina a direção musical, Casqueta, Keké e Ailson Azamba juntos dividem a percussão, Aécio Neves no sax e flauta e Rogério no cavaquinho.

O início

No final do ano passado a banda Ases do Pagode convidou as cantoras Lucilene Castro, Cinara Nery e Márcia Siqueira para que elas fossem uma das atrações da festa.


Após o sucesso da apresentação o projeto foi para o Zero Grau e o trio convidou a cantora Fátima Silva para compor o Elas Cantam Samba, o que rendeu sucesso de público e crítica.

A segunda edição aconteceu em comemoração ao Dia Internacional da Mulher e contou com um público acima das expectativas das cantoras.

Fátima Silva explica que o projeto tem duração de três horas em cada apresentação e o repertório é modificado.“Sempre colocamos e inserimos músicas novas. A gente percebe a reação do público e se agradar o público a música pode ser reapresentada, porém se a música não for bem recebida substituímos. E, assim o repertório vai sendo construído”, afirma a cantora.

O show tem produção executiva de Lucilene Castro, direção musical de Cláudio Nunes e apoio cultural da DrugStore. As mesas para quatro lugares custam R$ 100 e estão disponíveis no local do evento. Informações e reservas podem ser adquiridas pelo fone: 3625-4545 ou 8269-1343.

Receba Novidades

* campo obrigatório

Mais de Acritica.com

Sobre Portal A Crítica

No Portal A Crítica, você encontra as últimas notícias do Amazonas, colunistas exclusivos, esportes, entretenimento, interior, economia, política, cultura e mais.