Publicidade
Entretenimento
Vida

Eleição do novo Conselho de Cultura bate à porta: edital será lançado dia 13

É da classe artística há mais de três anos? Então é possível votar e se candidatar ao posto. Conheça um pouco das atividades e desafios de um conselheiro. 31/03/2015 às 11:46
Show 1
Celdo Braga e Márcio Souza, da gestão atual do Concultura
Loyana Camelo Manaus (AM)

Está chegando ao fim a gestão de dois anos do atual Conselho Municipal de Cultura (Concultura). Por isso, no próximo dia 13 será publicado o edital voltado para a eleição de seus novos membros, eleição esta que irá funcionar de forma muito parecida com a votação padrão do Legislativo e Executivo - com direito à urna eletrônica e coordenação do Tribunal Regional Eleitoral (TRE). Os interessados na candidatura devem, acima de qualquer comprovação documental, ter disposição e boas ideias para engajar-se na área cultural independente do segmento. 

Após a publicação do edital, a contar do dia 24 deste mês a classe artística poderá dirigir-se à ManausCult ou para efetuar seu cadastro enquanto eleitor (caso não já o tenha feito na última eleição - se for assim, basta confirmá-lo), ou enquanto candidato. Caso deseje apenas votar, deve comprovar que possui no mínimo três anos de experiência na área artística, por meio de contratos de trabalho, matérias de jornal, certificado de curso superior, etc. 

Caso almeje a posição de conselheiro, o artista deve levar também: certidão de antecedentes criminais; certidão de quitação junto à Justiça Eleitoral; e uma foto no tamanho passaporte (7x5 cm). Esses são requisitos de admissão para a candidatura. O trabalho do conselheiro, porém, envolve muito mais. Ao fazer parte do Concultura, o artista deve estar ciente que seu trabalho exige dedicação, leitura, debruçar-se sobre todos os tipos de arte para entendê-las, identificar suas necessidades e propor soluções.

“O Conselho não é a Câmara dos Vereadores. Muita gente confunde. Quem muda, investiga e denuncia lei é a Câmara. O Conselho debate os problemas ligados à cultura. Tudo deve ser feito por escrito, fundamentado. Não adianta bater a cabeça no muro. Para ter prestígio, o Conselho deve ter fundamentos e dar exemplos”, explica o Conselheiro Presidente atual, Márcio Souza.

Bons exemplos

Dentre as ações que a atual formação do Concultura realizou em sua gestão, Souza cita o projeto “Memória Reencontrada”, cujo intuito é resgatar a produção cultural do passado. “Estamos fazendo o restauro de filmes clássicos do cinema amazonense. Publicamos dois livros de mitologia indígena e um sobre a contribuição dos italianos para a cultura do Amazonas”, exemplifica o Conselheiro Presidente. “O Conselho não deve só reclamar. Na prática, também, deve mostrar que é possível fazer certas coisas que aparentemente eram complicadas”. 

O Conselho se reúne uma vez por mês. Enquanto isso, porém, o conselheiro deve trabalhar frequentemente para trazer as discussões para o Conselho e frequentar a cultura local com assiduidade.

O Edital será disponibilizado por meio do site http://manauscult.manaus.am.gov.br/  e na própria sede da ManausCult (André Araújo, n° 2767, Aleixo, Zona Centro-Sul).

Treinamento e seminário

Os candidatos habilitados para a eleição devem participar de dois treinamentos: um, na Justiça Eleitoral; e o outro, um seminário a respeito do papel de um membro do Conselho. Esse seminário é obrigatório – se o candidato não for ou se atrasar mais de 15 minutos, será eliminado da eleição.

Calendário

13/04: Publicação do edital e comissão eleitoral

14 a 16/04: Prazo para a impugnação do edital

24 a 30/04: Abertura das inscrições (votantes e candidatos);

22/05: Eleição (a ser realizada no Paço Municipal);

23/05: Divulgação do resultado

27 a 29/05: Prazo para recurso em cima do resultado

08/06: Assinatura do ato pelo Prefeito e envio para publicação no Diário Oficial

01/07: Posse do Conselho (também a ser realizada no Paço Municipal).

Publicidade
Publicidade