Publicidade
Entretenimento
Vida

Elisa Maia completa 15 anos de carreira e anuncia novidades e projetos para 2015

"Música, itinerância e outras trocas" será o grande foco da cantora amazonense para este ano, que já realiza seu primeiro show da temporada esse sábado (10) na Estação Arte e Fato acompanhada de diversas atrações locais 08/01/2015 às 10:52
Show 1
Cantora amazonense inicia 2015 comandando o show "Ser da Cidade"
Acritica.com* Manaus(AM)

Em 2015 a cantora e compositora Elisa Maia completa 15 anos cantando profissionalmente e aponta seu trabalho para ações que incluem shows, um novo trabalho inédito de estúdio e projetos relacionados ao cenário musical na cidade de Manaus e na região norte. E o primeiro show já acontece nesse sábado, 10 de janeiro, às 23h, na Estação Arte e Fato.

O evento "Ser da Cidade", realizado pelo Coletivo Difusão e Casa Fora do Eixo Amazônia, leva o nome do EP lançado pela cantora em novembro de 2013, terá ainda show da banda Selva Madre e Elisa Maia ainda divide o palco com convidados especiais: a cantora e compositora Anne Jezini, o vocalista da banda Johnny Jack Mesclado, Tennessee Nogueira e o cantor de rap, Negro Lamar, que também vai comandar a discotecagem da noite.

"Música, itinerância e outras trocas", é o nome do projeto que vai nortear o trabalho musical da cantora em 2015. Elisa Maia pretende gravar músicas em parceria com compositores e produtores musicais, gravando-as em diferentes cidades do país. A itinerância deve se iniciar em abril desse ano, e cada música deverá ser composta, gravada, finalizada e lançada (mixada e masterizada), uma de cada vez, na internet. Cada música deverá também gerar produtos diferentes como sessões ao vivo nessas cidades, procket shows, videoclipes. Todo o material deverá ser lançado gratuitamente na internet e ao final do ano todas as músicas gerarão um produto físico (CD, DVD), que deverá ainda ganhar nome.

O tema do trabalho passa por questões que a cantora tem refletido, debatido, compartilhado: mulher, negritude, sexo e dramas urbanos.Elisa Maia, que também é produtora cultural e faz parte do Coletivo Difusão, ainda vai trabalhar outros projetos ligados à música junto com o grupo (Grito Rock, Até o Tucupi), sendo dois deles inéditos: "Lab de Produtores" e "Diálogos Instrumentais". No primeiro a ideia será apresentar à cidade, com um trabalho de comunicação e planejamento estratético, pautando novos produtores musicais e conectando-os à uma demanda que a cantora considera essencial para o desenvolvimento e difusão da música amazonense: produtores que sejam referência nos estilos em que atuam.

Já o "Diálogos Instrumentais" vai pautar um evento voltado para a música instrumental, num fim de semana de shows e encontros com artistas da cidade e de outros estados, de diferentes estilos musicais. Esse tem previsão de acontecer em abril desse ano.


Serviço

O quê: Show ‘Ser da Cidade’

Onde Estação Arte e Fato (Rua 10 de Julho, n° 443, ao lado do Teatro Amazonas)

Quando: 10/01 (sábado), às 23h

Quanto: R$ 15


* Com informações da assessoria

Publicidade
Publicidade