Publicidade
Entretenimento
Hoje

Cantor Elymar Santos faz show em Manaus para comemorar os 30 anos de carreira

Cantor carioca comemora 30 anos de estrada com turnê que chega nesta quinta-feira (2) na capital, em apresentação única no Dulcila Festas 02/06/2016 às 10:57 - Atualizado em 02/06/2016 às 15:18
Show elymar
Elymar Santos já perdeu as contas de quantas vezes veio a Manaus / Foto: Reprodução/Internet
Artur Cesar Manaus (AM)

A vida artística do cantor Elymar Santos tem um divisor de águas: o show que ele fez na famosa casa de shows Canecão, no Rio de Janeiro, em 12 de novembro de 1985. Na época, ele usou o dinheiro reservado para pagar a hipoteca de um apartamento e vendeu seu carro para poder alugar o local. Como ele mesmo diz, não fazia ideia de que aquilo mudaria de vez a sua vida. “Achava que iria cantar no Canecão e depois voltar a me apresentar no bar da esquina. Não tinha essa pretensão de tornar aquilo em algo histórico”, conta Elymar, em entrevista ao portal A Crítica.

Mas aquele show foi memorável. Com casa cheia e ingressos esgotados, o cantor começou ali a traçar um novo caminho. “Não tinha Internet como tem hoje. Eu ia batendo de porta em porta para divulgar”, lembra Elymar, que chegou a comprar um anúncio do show em horário nobre da Rede Globo. Ele apostou alto e foi recompensado.

Aquele passou a ser o marco inicial de sua carreira, que completou 30 anos em novembro do ano passado. Desde então ele tem viajado o País com o show comemorativo, que chega hoje (2) a Manaus, em apresentação única no Dulcilla Festas, na Ponta Negra. Sucessos como “Escancarando de Vez”, “Cachaça”, “Taras e Manias”, “Teu Jogo”, “Dez a Dez” e “Subindo pelas Paredes” não irão faltar no repertório do cantor carioca, que tem um enorme carinho pela cidade. “Acho que depois da minha cidade, onde mais faço shows é em Manaus. Devo ter me apresentado mais de 200 vezes aí”, afirma.

Entre as referências que tem da cidade está o boi-bumbá e as apresentações no Nostalgia, antiga casa de shows localizada na Cachoeirinha. “Embora eu não sinta mais aquela empolgação quando canto as toadas. Observo que não tem mais aquela rivalidade toda entre os torcedores dos bois”, diz o cantor. Essa falta de empolgação com a cultura, aliás, é uma das preocupações de Elymar. “Como tudo no País, se perdeu. Perdemos a moral, o respeito. Perdemos na música e até no futebol”, brinca. “Há pouco tempo nós tínhamos mais músicas que alimentavam a alma tocando no Brasil. Hoje o negócio é sacudir a bunda. Há uma avalanche de canções sem sentimentos”, destaca o artista.

Para comemorar

Sentimentos é o que não faltam nos shows de Elymar Santos. O público que acompanha a carreira dele sabe que ele não faz apresentações mais ou menos.

“Sou movido pelo povo. Enquanto essa manivela me fizer trabalhar, estarei na ativa”, destaca. “Não estou ali em cima do palco à toa e não à toa estou fazendo sucesso há tanto tempo, com shows lotados por onde passo. É preciso ter uma boa comunicação com o público, um bom repertório... Tenho prazer em dar prazer para as pessoas”, afirma o cantor.

Questionado sobre um balanço desses 30 anos de carreira, Elymar diz que “tem mais para agradecer do que reclamar”. “É claro que existiram problemas, mas é preciso que eles existam para que possamos dar valor às nossas conquistas”, observa. “Se Deus não tivesse me escolhido para ser o protagonista da minha história, iria ficar chateado”, brinca o cantor.

Gravação em outubro

As comemorações pelos 30 anos de carreira de Elymar Santos continuam. O cantor explica que no segundo semestre do ano, provavelmente em outubro, grava um combo de CD+DVD comemorativo.

O trabalho irá contar com muitas participações especiais, como Ivete Sangalo, Fafá de Belém, Alexandre Pires, Margareth Menezes, Alcione, Zezé de Camargo e Luciano. “Estou vendo isso. É difícil conciliar todos esses artistas em uma noite só. Mas o certo é que estarão presentes, seja num clipe, seja na gravação do CD”, explica. O local escolhido é a casa de espetáculo Vivo Rio, no Aterro do Flamengo.

Elymar conta que a baiana Ivete já gravou a inédita “Vou levantar poeira” e esse dueto poderá ser ouvido por quem for ao seu show, hoje, em Manaus.

Destaque

Em novembro do ano passado, quando comemorou exatos 30 anos do histórico show no Canecão, Elymar Santos conseguiu uma autorização da  reitoria da UFRJ e mandou rezar uma missa na parte externa do espaço, que está fechado há cinco anos.

Serviço

O quê:  Show da turnê de 30 anos de carreira do cantor Elymar Santos

Quando: Hoje, dia 2 de junho

Onde:  Dulcila Festas, na Estrada da Ponta Negra

Informações:  99153-0545

Publicidade
Publicidade