Terça-feira, 23 de Julho de 2019
Buzz

Em 'Amor à Vida', Niko entrará na Justiça contra Amarilys e Eron

Nos próximos capítulos de "Amor à vida", o empresário conseguirá que o casal seja obrigado a fazer o teste de DNA para determinar a paternidade de Fabrício



1.jpg Em 'Amor à Vida', Niko entrará na Justiça contra Amarilys e Eron
28/11/2013 às 11:09

De acordo com a colunista Patrícia Kogut, Niko (Thiago Fragoso) seguirá os conselhos de Félix (Mateus Solano) e entrará em guerra com Eron (Marcello Antony) e Amarilys (Danielle Winits) na Justiça. Nos próximos capítulos de "Amor à vida", o empresário conseguirá que o casal seja obrigado a fazer o teste de DNA para determinar a paternidade de Fabrício.

Niko pedirá ajuda a Sílvia (Carol Castro), que achará a ideia do exame absurda. Mas o dono do restaurante japonês conseguirá convencê-la de que a terceira tentativa de fertilização pode ter dado certo, ao contrário do que acredita Amarilys. A advogada dirá que o seu cliente realmente tem um motivo legal para exigir o teste e prometerá resolver tudo com Eron amigavelmente.

Sílvia, porém, não terá sucesso. O advogado se recusará a fazer o exame, alegando que o filho é dele e da médica.

- Você mesmo disse que, antes de vocês transarem, a Amarilys tinha feito um terceiro implante de óvulos - argumentará ela.

- Sim, mas logo em seguida ela teve um pequeno sangramento. Então ela tinha certeza de que o implante não tinha dado certo - responderá Eron.

Sílvia insistirá que não seria possível ter certeza sem consultar um médico. O advogado dirá que Amarilys foi capaz de reconhecer os sintomas, mas não conseguirá driblar a mulher de Michel (Caio Castro).

- Nas duas primeiras vezes ela foi ao médico. Na terceira, não. Isso é o que interessa do ponto de vista jurídico. Então é melhor fazer o exame logo e encerrar essa história. Como advogada, eu sei que, se o filho for mesmo seu e da Amarilys, nenhum juiz vai tirar a guarda de vocês. Se o exame der que o filho é de vocês, eu mesma convenço o Niko a desistir.

Eron ficará balançado com a proposta e levará para Amarilys. A dermatologista, claro, não vai querer nem pensar no caso. O advogado ligará para Sílvia e informará a recusa. Ela dará a notícia a Niko, que não desistirá e acabará ganhando apoio.

- Tudo bem, então eu vou pedir um relatório médico, provando que houve a fertilização in vitro, e que ela não verificou se o último implante deu certo ou não. Eu acredito que o juiz vai pedir o DNA - informará a advogada.

Sílvia conseguirá uma ordem judicial e forçará o médico Laerte (Pierre Baitelli) a entregar o relatório das fertilizações. O rapaz ficará muito nervoso, pois fugiu à ética médica ao fazer o processo usando os óvulos de Amarilys, que deveria ser apenas a barriga de aluguel.

Depois disso, a advogada levará o material ao juiz e ele determinará a realização do exame. Ao receberem a notícia, Eron e Amarilys ficarão revoltados, mas ele dirá à mulher que o melhor a fazer é cumprir a ordem.

- Está certo, Eron. Eu vou fazer esse exame. Mas é por você. Por mim, eu me recusava, lutava na Justiça para o Niko saber que não vale a pena me enfrentar. Mas se você quer, eu faço o exame. Hoje à tarde - finalizará a dermatologista.

Em conversa com Laerte, antes da coleta de material para o teste, Amarilys dirá que Niko sairá derrotado, pois ela está disposta a lutar pelo filho. A médica se mostrará tão obcecada que até Eron notará. Dias depois, quando estiver seguindo para o tribunal para a abertura do envelope com o resultado, ela dirá ao marido que o filho é seu de qualquer jeito.

- Como assim? O que você quer dizer com isso? - questionará o advogado.

- É que eu tenho tanta certeza de que eu sou a mãe do Fabrício, que ele é nosso filho, que eu não consigo nem pensar em outra hipótese - disfarçará ela. 

Receba Novidades

* campo obrigatório

Mais de Acritica.com

Sobre Portal A Crítica

No Portal A Crítica, você encontra as últimas notícias do Amazonas, colunistas exclusivos, esportes, entretenimento, interior, economia, política, cultura e mais.