Publicidade
Entretenimento
Buzz

Em 'Amor à Vida', Pilar e Denizard já foram namorados

A mãe de Paloma e o pai de Bruno foram namorados na juventude  31/05/2013 às 11:23
Show 1
Em 'Amor à Vida', Pilar e Denizard já foram namorados
acritica.com ---

De acordo com a coluna “TV e Lazer” do jornal “Extra”, Pilar (Susana Vieira) e Denizard (Fúlvio Stefanini) já foram namorados, em "Amor à vida". A descoberta vai acontecer na sala de espera do hospital quando as famílias de Paloma (Paolla Oliveira) e Bruno (Malvino Salvador) estiverem esperando notícias sobre o transplante de Paulinha (Klara Castanho).

Quando o corretor vai apresentar seus pais aos de Paloma, Denizard e Pilar se reconhecem. " Denizard foi meu vizinho, lá no bairro onde eu morei quando eu era criança. Meu Deus, você era um palito", brinca a mulher de César (Antonio Fagundes). O dono do bar também faz seu comentário: "Cê continua bonita como sempre foi! Ah, doutor César, vai me desculpar, mas vem cá, Pilar, dá um abraço!".

Conversa vai e vem, Bernarda (Nathália Timberg) conta que os dois eram muito próximos e César quer saber o quanto. " Eu e o Denizard fomos namoradinhos, coisa de criança. Eu tinha uns 15 anos. Ordália, não me leva a mal, mas o Denizard era um pão, como se dizia naqueles tempos. Um pão!", diz Pilar.

E não é que o encontro mexeu com os dois? Em casa, Pilar comenta com a mãe: "Ele me trouxe tantas recordações, foi meu namoradinho... Ah, mãe, pra você eu posso contar, foi nele que eu dei o primeiro beijo". Bernarda diz que desconfiava e quer saber se a filha já pensou se tivesse se casado com o pai de Bruno. "Às vezes eu penso nisso sim, quem sabe o que teria acontecido se eu tivesse feito isso...ou aquilo...mas a minha vida é essa, mãe. Sou casada com o César e sou feliz, muito feliz", garante.

Já na casa de Denizard, Ordália (Eliane Giardini) fica brava porque o marido demorou a chegar e ainda por cima está cheirando a álcool. "Denizard, cê tá alegre assim por causa da loiruda, a futura sogra do Bruno. Da Pilar que foi tua namoradinha...", afirma.

O comerciante diz que não é para ela ter ciúme do passado e que nunca mais teve notícia dela, só sabia que tinha estudado e casado com um rico. " Esquece isso. Depois que te conheci, nem pensei mais nela. Só me espantei por causa da coincidência. Dá beijinho, dá", pede Denizard, que demove o ciúme da mulher e a leva para o quarto.

 


Publicidade
Publicidade