Publicidade
Entretenimento
Buzz

Em entrevista a Veja, Sheislane se mostra confiante: 'Tenho espelho em casa e sei que sou bonitinha'

Ainda aproveitando 15 minutos de fama, modelo e vice-Miss Amazonas 2015 respondeu a perguntas sobre o ato de arrancar a coroa, seus atributos físicos e sociais e processos na Justiça - além da origem de seu nome 09/02/2015 às 09:31
Show 1
A entrevista em formato "ping-pong" foi publicada na manhã deste domingo (8)
acritica.com ---

Sheislane Hayalla parece estar curtindo cada momento da repentina fama, depois que arrancou a coroa da Miss Amazonas 2015 em plena cerimônia após ficar em segundo lugar no concurso, na 60a edição do evento no último fim de semana. Após aparições em programas nacionais, a modelo concedeu uma entrevista para a Veja e não aceitou provocações. "Tenho espelho em casa e sei que sou bonitinha" disse, ao ser perguntada por que acha que deveria ter ganhado o título, em termos de atributos físicos.

Em versão publicada no site na manhã deste domingo (8), a matéria traz oito perguntas e respostas com a Vice Miss Amazonas, conduzidas pela jornalista Thaís Botelho. Os questionamentos não foram leves, já que indagam se "não foi um abuso arrancar a coroa" ou "se houve certo despeito". Mas Sheislane não se deixou abalar - o texto revela, inclusive, que seu nome é uma releitura de Lislane e Lisliane, irmã e prima, e que Hayalla é artístico, significando “estrela que nunca vai deixar de brilhar”.

"Quando ela venceu, fiquei indignada. Éramos palhaças num circo armado", respondeu, explicando o motivo de sua atitude - ela acusa a vencedora, Carol Toledo, de ter "comprado" o concurso e chegou a ser ameaçada de processo pela Miss. Quando perguntada se iria à Justiça, ela respondeu: "Só se for processada. Meu advogado está sentadinho, bonitinho, esperando vir processo contra mim. Até hoje, nada."

Quando perguntada se ela prefere o "quebra-quebra" ao invés da paz mundial, Sheislane diz querer "promover a verdade" e fala sobre convites de trabalho que já recebeu - como da Rede Globo, do qual desistiu -, e para ser garota-propaganda de uma marca de roupas, que quer supostamente financiar sua carreira. Para finalizar, tenta parecer politizada ao dizer que arrancaria a coroa dos políticos para sempre. "Nada funciona nesse país", conclui.

Publicidade
Publicidade