Publicidade
Entretenimento
Vida

Em Manaus, cresce quantidade de locais especializados em hambúrgueres artesanais

No roteiro desta sexta (9), o BEM VIVER traz uma seleção de hamburguerias artesanais, que estão ganhando espaço entre os amantes de sanduíches 09/01/2015 às 11:38
Show 1
Hambúrgueres diferenciados em Manaus
ROSIEL MENDONÇA Manaus (AM)

Recheado, preparado com uísque ou acompanhado de batata frita, o hambúrguer tem lugar cativo entre os pratos mais populares do mundo. Após o boom das temakerias, agora Manaus vive uma efervescência de novas casas especializadas no sanduíche, provando que eles podem oferecer muito mais que os ingredientes já conhecidos das redes de fast-food.

Mas se o mercado cresce, também cresce a necessidade desses points se diferenciarem. A julgar pelas opções que a reportagem elenca neste roteiro, as hamburguerias da cidade têm conseguido surpreender o público, inclusive adequando seus cardápios ao paladar regional.

Aberta desde o segundo jogo da Copa do Mundo em Manaus, a Winners Hamburgueria (Arena Mall, av. Pedro Teixeira, Dom Pedro) adotou como padrão as carnes de 160g. Além disso, todos os nove sanduíches do cardápio acompanham batata frita ou onion rings. Os carros-chefe são o Winners Bacon, com queijo gorgonzola, e o Winners Classis, com queijo prato.


Também chamam a atenção o Caboquinho, com queijo coalho e tucumã, e o Winners Home, que acompanha maionese de tabasco e cenoura caramelizada. Os que preferem uma opção mais light, a casa oferece um sanduíche que leva hambúrguer de frango, pão integral e purê de batata doce. Os preços variam de R$ 17 a R$ 24.

COM UÍSQUE

No Vieiralves, o Eddy’s Home Cooking (rua Rio Jutaí, nº 19) está de portas abertas desde novembro do ano passado, quando passou de serviço exclusivo de delivery a hamburgueria de fato. Apesar de também servir pratos à la carte, o forte do lugar são os sanduíches com carnes artesanais e receitas ousadas.


É o caso do Daniel’s, hambúrguer com 150g alcatra com melaço à base do famoso uísque Jack Daniel’s. Outro que deixa qualquer um com água na boca é o El Pastre, hambúrguer com alface, cream cheese, farofa de bacon e geleia de pimenta. Os preços vão de R$ 13 a R$ 28.

CLIMA ANOS 80

Há quase seis anos na praça e com planos de abrir uma filial até o segundo semestre deste ano, o Eighty’s Burguer (rua Doutor Thomas, N. Sra. das Graças) incorporou o estilo oitentista ao seu cardápio e adotou como diferencial os hambúrgueres de alcatra recheados que acompanham batata frita ou salada.

Vale dizer que todos os itens recebem nome de bandas e artistas que bombaram na década. Destaque para os recehados Cry Before Dawn, Marillion e o Simply Red (provolone, bacon, manjericão e cream chesse). De R$ 8 a R$ 25.

BORA LÁ

O Bora Lá embarcou na onda dos food trucks e tem feito a cabeça dos fãs de hambúrguer. Por enquanto, o caminhão está em recesso e deve voltar a partir de amanhã, ainda na rua Salvador. Um dos sanduíches mais pedidos é o Bacon Artesanal (hambúrguer de 180g com bacon defumado artesanalmente e queijo prato) e o Elvis Burguer (carne de 180g, queijo provolone, bacon defumado e banana frita).


Outra opção preparada pelo chef Fernando Vieira é o Pastrami Burguer, com queijo provolone, pastrami (carne magra curada por sete dias em várias especiarias) e um toque de mostarda escura e mel. De R$ 19 a R$ 22.

COLORIDOS

A sensação no Escangalho (centro comercial do Condomínio Torres de Andaluzia, Pq. das Laranjeiras) são os sanduíches coloridos. A hamburgueria existe há sete meses e acaba de se mudar para o atual endereço. São 15 tipos de sanduíches, e o mais vendido é o Dead Elvis, com pão preto, duas carnes de 120g e “alguns segredos” do chef Geraldo Neto.

A casa trabalha com três tipos de carne preparadas artesanalmente com uma pitada de bacon. Outras exclusividades do Escangalho são o molho chilli, com 18 tipos de pimenta, e uma maionese “fluorescente”. De R$ 10 a R$ 28.

Inauguração nesta sexta

Uma hamburgueria que abre as portas nesta sexta-feira é a Fofinhos (rua Curitiba, 200, Adrianópolis), dos sócios Thiago Freire e Yure Gomes. Depois de uma temporada atendendo a clientela numa rua do Eldorado, a dupla resolveu investir em algo maior.

“Esse boom de hamburguerias artesanais é normal, não só em Manaus. É algo que começou com os food trucks, em nova York, mas que rapidamente se espalhou. Até metade do ano vai estourar, mas depois o mercado regula, como aconteceu com as temakerias”, avalia Freire.

Para ele, o cenário pode mudar a cultura da alimentação rápida em Manaus. “Estamos muito acostumados com X-saladas com hambúrgueres industrializados, o que não é tão saboroso e saudável. Agora as pessoas passam a ter mais opções para consumir”, diz.

O Fofinhos conta com 22 opções que variam de R$ 14 a R$ 19. Os carros-chefe são o Fofogringo (166g de carne, manta de bacon, molho barbecue e tomate chapeado) e o Fofogrete (166g de carne, vinagrete especial e azeite de oliva). As novidades ficam por conta de uma opção vegana e outra “caboquinha”, com hambúrguer de pirarucu, banana frita e queijo coalho.

+ opções

O quê Patiu’s Lanches

Onde avenida Nilton Lins, Praça de Alimentação Parque das Laranjeiras

O quê Consulado do Hambúrgueronde Rua 45, Parque Dez, em frente ao campo do Buracão

Publicidade
Publicidade