Domingo, 26 de Maio de 2019
LANÇAMENTO

Em parceria com a Valer, Beth Azize lança reedição de 'E Deus Chorou Sobre o Rio'

Originalmente lançado em 1984, obra chega a 2019 na sua terceira edição, contando um retrato da imigração árabe no Amazonas



beth_CC33DD62-B68D-48B9-BB7F-BF0D8BE8CE8C.JPG
Foto: Antônio Lima
17/04/2019 às 19:15

Lançando a terceira edição do seu livro intitulado “E Deus Chorou Sobre o Rio”, romance que conta a história de Marmud, um imigrante vindo do Oriente Médio, recém-chegado ao Amazonas, a escritora Elizabeth Azize conversou com A CRÍTICA sobre a sua história de vida e falou sobre o legado de sua obra.

Colecionando títulos simbólicos como o de primeira mulher a exercer a magistratura no Amazonas e também a primeira a presidir o legislativo estadual no País, a escritora comentou que a obra, originalmente escrita e lançada em 1984, chega em sua terceira edição por meio da Editora Valer, de forma bastante atual.

“Quando decidi escrever ‘E Deus Chorou Sobre o Rio’, no início dos anos 1980, já como presidente da Assembleia Legislativa do Amazonas, relembrei dos caminhos que percorri como juíza pelos rios do interior do Estado. De certa forma, percorria os mesmos caminhos que percorreram o meu povo e a minha família”, contou a escritora.

“Não se trata de uma autobiografia, está mais para um ‘romance histórico’, porém, retrata o que foi a realidade de inúmeros árabes que vieram para a Amazônia em busca de um futuro digno. Todos nós somos portadores de uma história de vida. Na nossa vivência, também carregamos a história de todo um povo”, ressaltou.

Amazonense de nascença, natural de Manacapuru, Beth Azize, como costuma ser chamada, jamais nega as suas origens. Ao contrário, fala com orgulho do passado de sua família. “Nasci geograficamente no Amazonas – e agradeço a Deus por isso –, mas me orgulho em dizer que sou descendente de árabes de pai, mãe, parteiro e vizinhança”, brinca.

Terceira edição

A terceira edição de “E Deus Chorou Sobre o Rio” faz parte de uma série de reedições que a Editora Valer está realizando durante 2019. Segundo a Valer, somente entre janeiro e março deste ano, mais de 50 obras já foram reedidatas, com novo design de capa e de material.

Conforme o editor da Valer, Isaac Maciel, a nova edição da obra de Beth Azize aperfeiçoa um livro que já é um clássico da literatura amazonense. “Além de ser uma leitura prazeroza e nem um pouco cansativa, a forma como são divididos os capítulos do livro dão um toque especial à leitura”, destacou.

“A forma com que Beth escreve faz com que o leitor se integre no contexto da história dos personagens. Essa relação, tão próxima entre leitor e livro, é o diferencial que torna a obra tão atual. Nada mais justo do que realizarmos essa reedição, de modo a coroar esse grande trabalho”, disse Isaac, ao destacar a relevância da obra.

Se no início do século 20, o processo de imigração árabe no Amazonas foi marcado por superações e conquistas na base de muito esforço e trabalho, que contribuíram para o desenvolvimento econômico do Estado, hoje, esses mesmos imigrantes são responsáveis por um importante percentual da geração de emprego e renda no Amazonas.

Dedicado pela autora a todos os imigrantes, a obra também é uma homenagem a seu pai, Rafael Azize Abrahim, que segundo ela, é “resposta eterna da vida e morte dos imigrantes nesta terra”.

Serviço

Assim como a terceira edição de “E Deus Chorou Sobre o Rio”, de Elizabeth Azize, todas as demais publicações da Editora Valer podem ser adquiridas por meio do site da Editora. (Acesse aqui).

Ainda segundo Isaac Maciel, em breve, todos os títulos da Editora também estarão disponíveis no site da Amazon.com.  

News pedro01 9f97d6e2 e058 4e63 8ce7 e934cf255a3d
Repórter de A Crítica

Mais de Acritica.com

Sobre Portal A Crítica

No Portal A Crítica, você encontra as últimas notícias do Amazonas, colunistas exclusivos, esportes, entretenimento, interior, economia, política, cultura e mais.