Terça-feira, 21 de Janeiro de 2020
Prêmio

Escolas Frei Mário e Ruy Alencar conquistam o 1º Festival Estudantil de Dança do AM

A apresentação dos vencedores foi realizada pelo próprio secretário de Educação, Algemiro Lima, que determinou a inclusão do Festival Estudantil de Dança no calendário oficial de atividades da Seduc



20161130_bzanardo_1o_festival_de_danca_estudantil_3722.jpg Foto: Bruno Zanardo/Secom
01/12/2016 às 15:39

O 1º Festival Estudantil de Dança do Amazonas, realizado pelo Governo do Amazonas, por meio da Secretaria de Estado da Educação e Qualidade do Ensino (Seduc), teve como grandes vencedores as Escolas Estaduais Frei Mário Monacelli da Coordenadoria Distrital Educacional 6 (CDE6), na categoria Ensino Fundamental, e Ruy Alencar da Coordenadoria Distrital Educacional 7 (CDE7), na categoria Ensino Médio. A Coordenadoria Distrital Educacional 7 também levou o troféu de melhor torcida.

O evento, que contou com a participação de 24 grupos de dança estudantil, foi idealizado pelo secretário de Educação, professor Algemiro Lima, após assistir ao Projeto Dança dos Continentes no Colégio Amazonense D.Pedro II.



“Proporcionar um evento no qual os alunos das escolas estaduais pudessem mostrar todo o talento artístico. Esse foi o objetivo quando, ao presenciar o trabalho belíssimo realizado pelos alunos do Estadual, lancei o desafio de fazermos o 1º Festival Estudantil de Dança do Amazonas”, explicou o secretário. A competição foi realizada na noite de quarta-feira na Arena Amadeu Teixeira que ficou lotada de alunos e comunidade em geral.

Competição - A mostra competitiva teve 24 equipes divididas em duas categorias: Ensino Fundamental 2, que são os alunos do 6º ao 9º, e Ensino Médio. Os grupos foram divididos em 14 da capital, representando as sete Coordenadorias Distritais Educacionais (CDEs), e oito do interior do Estado, oriundos dos municípios de Manacapuru, Itacoatira, Iranduba e Presidente Figueiredo.

Demais premiados - Na categoria Ensino Fundamental o segundo colocado foi para a Escola Estadual Zulmira Bittencourt da Coordenadoria Distrital Educacional 4 (CDE4). O terceiro lugar ficou com o Centro Educacional de Tempo Integral (Ceti) João dos Santos Braga da Coordenadoria Distrital Educacional 7 (CDE7).

No Ensino Médio o vice-campeão foi a Escola Estadual Presidente Figueiredo da Coordenadoria Regional daquele município. A terceira colocação ficou com o Colégio Amazonense D.Pedro II da Coordenadoria Distrital Educacional 1 (CDE1).

A apresentação dos vencedores foi realizada pelo próprio secretário de Educação, Algemiro Lima, que determinou a inclusão do Festival Estudantil de Dança no calendário oficial de atividades da Seduc. “Em 2017 o festival será ainda maior e melhor e conto com todos para realizarmos mais vez uma grande festa da educação. Parabéns a todos”, finalizou o secretário.

Festa no Teatro - O 1º Festival Estudantil de Dança do Amazonas foi realizado em dois momentos: No dia 29 de novembro aconteceu a abertura oficial no Teatro Amazonas. No palco centenário foi montado um espetáculo para 700 convidados com apresentações de música, teatro e dança.

A abertura ficou por conta do Coral da Seduc, Vozes da Educação, seguido pelo coral infantil Cláudio Santoro, performance de dança dos alunos do colégio Dom Pedro e do Marquês de Santa Cruz, espetáculo teatral e cênico do Grupo Fênix, do Ceti Sérgio Pessoa.

*Com informações da assessoria de comunicação


Mais de Acritica.com

20 Jan
trans_8C3DB8BB-BCF9-43E8-B068-3BED79D3DBF5.JPG

Mutirão retifica nomes e assegura identidade de travestis e transsexuais

20/01/2020 às 20:27

Como o procedimento feito diretamente no cartório não é tão simples (a lista de documentos exigidos é extensa) e nem sempre é barato (custa em média entre R$350 a R$ 400), a ação visa não somente facilitar a vida das pessoas transexuais que desejam alterar o nome e gênero de registro em sua documentação de nascimento, como também vai acompanhar e custear a certidão de tabelionato de protestos


Sobre Portal A Crítica

No Portal A Crítica, você encontra as últimas notícias do Amazonas, colunistas exclusivos, esportes, entretenimento, interior, economia, política, cultura e mais.