Sexta-feira, 22 de Novembro de 2019
ROMANCE

Escritor amazonense Milton Hatoum lança novo livro em novembro

Nova obra 'Pontos de Fuga' faz parte da trilogia 'O lugar mais sombrio', que se envereda pelo período da ditadura. Confira entrevista com o escritor, também autor de 'Dois Irmãos'



WhatsApp_Image_2019-09-27_at_16.41.26_17300CB4-D0F8-4820-9120-92EFCC39FDAE.jpeg Foto: Divulgação
27/09/2019 às 16:43

Trinta anos após sua estreia na ficção com “Relato de um certo Oriente”, o escritor amazonense Milton Hatoum se prepara para lançar em novembro mais um romance, o sexto de sua trajetória literária. Nominado “Pontos de Fuga”, o livro faz parte da trilogia “O lugar mais sombrio”, que se envereda pelo período da ditadura.

Mesmo com três décadas separando as obras, é possível encontrar similaridades, como alusão a um mesmo roteiro – a famosa Barcelona – e a tradicional troca de correspondências entre os personagens. Para os leitores aficionados pelo romance de 1989, “Pontos de Fuga” traz um toque especial: uma referência velada à obra inaugural, como afirma o próprio Hatoum. “Os leitores mais atentos irão perceber, no relato de um dos personagens”, pontua.



Neste segundo volume de “O lugar mais sombrio”, o jovem Martim retorna a São Paulo, deixando Brasília, destino de destaque do primeiro livro da trilogia, “A noite da espera”, de 2017. O protagonista segue, inclusive, os passos do autor, ingressando na Faculdade de Arquitetura e Urbanismo da Universidade de São Paulo (USP). Não à toa, Hatoum deixa claro que o livro não é uma narração de si próprio, mas traz importantes memórias de sua vida pessoal.

“Saí de Manaus jovem, em dezembro de 1967. Passei três anos em Brasília e depois fui para São Paulo. Toda minha juventude foi vivida sob a ditadura. É por isso que, apesar de não ser um livro autobiográfico, sem minha experiência não poderia fazê-lo”, salienta.

Em relação ao primeiro volume, o escritor sublinha algumas diferenças, como o fato dos personagens estarem mais maduros e, principalmente, pela presença feminina ainda mais forte – reforçando a equipe de Dinah, a paixão do jovem Martim. Segundo o escritor, a entrada dessas personagens é importante para o desenvolvimento de “Pontos de Fuga”, o maior volume da trilogia, que conta com mais de 800 páginas divididas entre as três obras.

O autor esclarece que, apesar do lapso temporal de dois anos no lançamento de cada volume, a trilogia está finalizada desde 2017, após um processo de escrita de uma década. “Eu tive que revisar. Aí demorou muito. Precisei cortar algumas coisas, reescrever outras”, aborda, assegurando que não será necessário esperar o mesmo prazo para o terceiro livro. “Pretendo lançá-lo já no próximo ano”.

Próximo da realidade

Embora o enredo de “Ponto de Fuga” esteja centrado em um período que se encerrou em 1985, não há como negar o quão próxima a obra está do cenário atual, de acordo com o escritor. “Estamos vendo o passado ecoar no presente. Este segundo volume traz uma história ainda mais próxima do que está acontecendo hoje no Brasil. Há coisas tão parecidas que fiquei perplexo. Tenho certeza que os críticos irão perceber”, argumenta.

Para Hatoum, há uma certa ironia no fato de que a obra redigida antes mesmo da atual conjuntura política possa trazer tantas coincidências com a realidade. “Às vezes o livro se projeta mais que o escritor”, afirma.

Com impressões definidas para o final deste mês de outubro, “Pontos de Fuga” está previsto para ser lançado em novembro deste ano, em data ainda não definida. Em todo caso, o autor já antecipa as cidades que estarão na rota do lançamento: Manaus, São Paulo e Brasília.

“A primeira porque é minha cidade natal e porque tenho um grande carinho por Joaquim Melo [dono da Banca do Largo, onde foi lançado “A noite da espera”] e as outras duas porque também são importantes pra mim e não receberam o lançamento do primeiro volume”, finaliza.

News portal1 841523c7 f273 4620 9850 2a115840b1c3
Jornalismo com credibilidade

Mais de Acritica.com

Sobre Portal A Crítica

No Portal A Crítica, você encontra as últimas notícias do Amazonas, colunistas exclusivos, esportes, entretenimento, interior, economia, política, cultura e mais.