Terça-feira, 25 de Junho de 2019
Vida

Escritora brasileira Clara Haddad é eleita a melhor narradora em Festival Europeu

Contadora profissional de histórias, que já esteve a trabalho em Manaus, foi contemplada em um dos eventos mais conceituados de storytelling do mundo



1.gif Clara Haddad esteve em Manaus (AM) em 2010 e desde então revelou que pretende voltar para conhecer outros encantos da região
04/05/2015 às 11:25

A escritora e contadora profissional de histórias, Clara Haddad, foi eleita a melhor narradora do Festival Alden Bielsen, um dos eventos mais conceituados de storytelling do mundo. O festival, que ocorreu de 22 a 25 de abril na Bélgica, reuniu os melhores profissionais do gênero.

A brasileira foi a primeira narradora de língua portuguesa dá história a participar do Festival, fato que ocorreu em 2009. De lá para cá, Clara participou das edições de 2010 e 2015, na qual levou o nome do Brasil e a língua portuguesa para o topo da cultura mundial. 

Passagem por Manaus

Clara Haddad esteve em Manaus (AM) em 2010 e desde então revelou que pretende voltar para conhecer outros encantos da região.  

A escritora, que durante sua empreitada profissional ganhou prêmios, escreveu contos e artigos, ministrou workshops e apresentou seu trabalho para crianças, jovens e adultos em diversos países como, por exemplo, Portugal, Espanha, França, Peru e México, teve a oportunidade de conhecer a capital "baré" e deixar uma pitada de magia nos lugares por onde passou.

“Foi uma experiência única”, define Clara ao recordar as novas descobertas que fez em Manaus, as belas histórias locais que ouviu e as pessoas acolhedoras que conheceu.


Ainda sobre sua passagem relâmpago na capital amazonense, Clara seguiu de barco até Iquitos (Peru) e no meio do percurso, teve contato com pessoas de várias partes do mundo que se aventuram em viajar de barco para conhecer de perto a realidade da região.

“Contei histórias no barco e ouvi outras tantas. Sobretudo as lendas e mitos do imaginário popular. Sem dúvida o meu repertório de histórias ampliou e percebi  imensas coincidências entre a cultura brasileira e peruana, no que diz respeito aos personagens míticos, que em algumas situações apenas mudam de nome em cada país. Não consigo descrever em poucas linhas tudo o que vivi ali naqueles dias de viagem. Foi um imenso aprendizado de vida!”, disse a narradora.

A importância da preservação da Amazônia foi algo que a narradora destacou como fundamental para o futuro do Brasil, quiçá do mundo.

“As paisagens que tive o privilégio de ver também foram como um despertar para a beleza de cada minúscula coisa que existe no planeta, que temos a obrigação de preservar, para nosso bem e para um futuro melhor”, afirmou a artista.

Perfil da artista

Clara Haddad é escritora e narradora profissional de histórias há 16 anos. Durante este período, levou sua arte para diversos países. Na literatura, escreveu o conto “A Montanha Encantada”, que faz parte da coletânea reunida no livro "Histórias de quem conta histórias", publicado pela Ed. Cortêz. Livro escolhido para representar o Brasil na feira internacional do livro infantil em Bolonha-Itália em 2011, como um dos melhores lançamentos infanto - juvenis de 2010. Para 2015, prepara o lançamento do novo conto "A Flor do Amor", do livro "Amores Portugueses", organizado por Lenice Gomes, Ed. Cortêz.

*Com informações da assessoria de imprensa

Receba Novidades

* campo obrigatório

Mais de Acritica.com

Sobre Portal A Crítica

No Portal A Crítica, você encontra as últimas notícias do Amazonas, colunistas exclusivos, esportes, entretenimento, interior, economia, política, cultura e mais.