Quarta-feira, 20 de Novembro de 2019
DANÇA

Espetáculo ‘Apoena’ ganha duas novas apresentações no Musa do Largo

Interpretado pela bailarina e produtora Francis Baiardi, o espetáculo é inspirado na cultura indígena e acontece quinta (21) e sexta-feira (23)



unnamed__1_.jpg Foto: Divulgação
20/06/2017 às 10:51

Nos dias 22 e 23 de junho, o Musa do Largo São Sebastião, no Centro de Manaus, recebe o espetáculo de dança “Apoena – Aquele que vê longe”. Nos dois dias apresentação ocorrerá às 19h. O valor da entrada ficará por conta do público com o sistema “Quanto vale a arte”.

Interpretado pela bailarina e produtora cultural Francis Baiardi, o espetáculo é inspirado na cultura indígena. “A concepção do espetáculo aconteceu a partir de uma residência artística na Aldeia Indígena Saterê Mawé Sahu–Apé, buscando vivenciar todo o cotidiano indígena in loco”, comentou.



Francis explica que o espetáculo tem como alicerce a cultura ameríndia que visa falar do indígena na contemporaneidade assim como as peculiaridades culturais e regionais. “’Apoena – Aquele que vê longe’ aborda questões humanas e sensíveis para o universo artístico. A realidade vivida pelos indígenas e a frieza de como são tratados por causa do processo de ‘deseducação’ obtido por alguns”, destacou.

O espetáculo foi contemplado com o Prêmio Funarte de Dança Klauss Vianna 2015 e conta com produção da Contem Dança Cia. e Ana Carolina Souza, projeto de luz de Carol Calderaro, operação de iluminação de Diego Batista, músico Paulo Pereira, arte corporal de Saterê Sahu e cenografia de José Batista e Francis Baiardi, que assina também a direção e figurino do espetáculo.

Serviço

O quê: Espetáculo de dança “Apoena – Aquele que vê longe”
Quando: quinta (21) e sexta-feira (23), às 19h
Onde: Musa do Largo São Sebastião, no Centro de Manaus
Quanto: sistema “Quanto vale a arte”

*Com informações da assessoria


Mais de Acritica.com

Sobre Portal A Crítica

No Portal A Crítica, você encontra as últimas notícias do Amazonas, colunistas exclusivos, esportes, entretenimento, interior, economia, política, cultura e mais.