Publicidade
Entretenimento
Vida

Espetáculo ‘Beiradão’ revela as tradições dos ribeirinhos no palco do Teatro Amazonas

Releitura de misticismo, tradição, beleza e danças típicas será apresentada às 20h do próximo domingo (19), pelo grupo artístico Balé Folclórico do Amazonas 19/11/2015 às 15:39
Show 1
“Beiradão” é resultado de uma pesquisa sobre o cotidiano do povo ribeirinho
ACRITICA.COM ---

A releitura de um universo rico em beleza peculiar, tradições, misticismo e danças típicas será apresentada no espetáculo “Beiradão”, que estreia quinta-feira (19), às 20h, no palco do Teatro Amazonas, com entrada gratuita. O espetáculo é uma promoção do Governo do Amazonas / Secretaria de Estado de Cultura.

“Os espetáculos do Balé Folclórico do Amazonas, além de belíssimos, buscam resgatar e valorizar peculiaridades das tradições amazônicas, por meio de pesquisas e adaptações da realidade. Assisti-los é sempre uma oportunidade de aprender e de se encantar, simultaneamente”, declarou o secretário de Estado de Cultura, Robério Braga.

“Beiradão” é o resultado de uma pesquisa sobre o cotidiano do povo ribeirinho, realizada pela diretora artística do Balé Folclórico do Amazonas, Conceição Souza, que teve como objetivo levar para o palco as particularidades desse povo, suas crenças, seus hábitos, sua relação com o rio, a beleza da mulher ribeirinha e suas comemorações.

A mola propulsora desse processo é a observação das características específicas dessas pessoas e suas danças típicas, como a “Dança do Arara”, propondo assim, uma releitura desse universo.

“Sabemos que o Beiradão não é só festa. Ele envolve mazelas também, como a rotina das crianças que acordam às 3h da manhã e percorrem um longo caminho para poder estudar. Como os pescadores que vivem o antes e o depois (enchente e vazante). Nesse espetáculo, particularmente, queremos ressaltar a parte alegre e festeira do Beiradão”, relatou Conceição Souza.

Existe uma enorme disponibilidade corporal dos intérpretes a serviço da teatralidade que funciona, nesse trabalho, como veículo para as emoções e os sentimentos, contribuindo para o êxito do espetáculo.

A inserção do texto no espetáculo parte de experimentos feitos com os intérpretes. A proposta é trabalhá-lo de forma mais dinâmica, quebrando a métrica, alongando, repetindo, cantando, usando-o como fio condutor para construção de uma dramaturgia.

O universo amazônico está presente em toda composição do espetáculo, desde a cenografia até os figurinos e objetos cênicos, com a utilização de materiais característicos do Beiradão. O registro musical torna o trabalho genuinamente brasileiro e amazônico, impulsionando a valorização dos artistas locais.

Com participação musical de Tércio Macambira e Duan Raiad de Vasconcelos na percussão e violão, respectivamente, a equipe de “Beiradão” é composta por vinte e nove bailarinos em cena, com direção de Conceição Souza, assistência de Adam Sousa, com o ensaiador Eduardo Amaral e maître Flávio Soares. O designer de cena é de Magda Carvalho e coreografia de Thiago Farias, Eduardo Amaral e Denison Vítor.

Para mais informações sobre outras ações, projetos e atividades desenvolvidas pela Secretaria de Estado de Cultura, acesse facebook.com/culturadoamazonas e o Portal da Cultura www.cultura.am.gov.br

*Com informações da assessoria de imprensa

Publicidade
Publicidade