Publicidade
Entretenimento
COMÉDIA ROMÂNTICA

Espetáculo ‘Em casa a gente conversa’ tem estreia nacional no Teatro Amazonas

Apresentações ocorrem sábado (1), às 20h e domingo (2), às 19h. Ingressos estão à venda no aloingressos.com.br ou na bilheteria do Teatro Amazonas por R$ 10 a meia e R$ 20 inteira 31/08/2018 às 13:48 - Atualizado em 31/08/2018 às 14:24
Show 1396903 331b45ca 0da4 4925 baf7 c00cfb54f9f9
Foto: Divulgação
Laynna Feitoza Manaus (AM)

Ela é Manu. Ele é Carlos Alberto. Ela é uma mulher que assume aquele velho papel do malabarismo feminino, conciliando trabalho, casamento e filhos. Ele é um homem que almeja crescer na carreira, ter uma boa união e, de certo modo, aliar tudo isso à liberdade. Os dois são os protagonistas do espetáculo “Em casa a gente conversa”, que terá estreia nacional em Manaus nos dias 1 e 2 de setembro, no Teatro Amazonas. 

Ainda que passem a imagem de “casal perfeito”, Manu e Carlos retratam a realidade um pouco amarga das relações onde a modernidade se encontra presente. Na montagem, o casal enfrenta um processo de separação e se depara com tudo o que foi vivido. “Falamos sobre o amor, em todas as suas formas. Na intensidade, na individualidade, nas certezas e incertezas”, declara o ator Cássio Reis, em entrevista ao BEM VIVER.

Segundo Cássio, foram 20 dias de ensaios intensos para a preparação do espetáculo. Todos os aspectos humanos foram focados por ele para o desenrolar do personagem. “A preparação continua com estudos em casa, com estudos psicológicos dos personagens, e com fonoaudióloga”, pontua ele, que assistiu a filmes como “Frankie & Johnnie” e “Relatos Selvagens” para complementar a preparação. “Cada relação é única e estamos preparados para contar uma linda história de amor”, relata ele. 

Minimalista

A peça é dirigida por Fernando Philbert, e possui trilha sonora original. “O diretor Fernando Philbert cuidou disso com toda maestria e dando uma pegada moderna”, coloca Reis. A cenografia, segundo o ator, traz certa leveza e suavidade. “A cenografia acompanha esse pensamento num formato minimalista e com projeções interagindo com o espetáculo. O figurino é todo da Ellus, ou seja, passando um lifestyle cool, leve e moderno”, complementa ele. 

Durante o processo de separação, as lembranças que o casal protagonista vivencia é que dão o tom cômico do espetáculo. Cada encontro para definir os detalhes da separação evoca essas memórias antigas, que passam a tomar certa novidade a partir da perspectiva da releitura destas. “Uma separação pode ser uma experiência positiva. Por mais fracassado que se sinta, o fracasso nos leva a repensar e evoluir. Sempre aprendemos, com erros e acertos”, afirma Cássio. 

Ainda conforme o ator, o espetáculo tem humor, verdade e a certeza de que levará o público a reflexão e identificação em algumas situações. “Independente de ser homem ou mulher, seja lá qual for a orientação sexual de cada um, os relacionamentos se esvaziam não somente pela falta de amor, mas principalmente pela falta de interesse. Todos estão voltados pra si mesmos dentro de um mundo irreal. Diferenças existem e sempre existirão. O que é inadmissível é a falta de respeito com o próximo, seja qual for o relacionamento humano”, finaliza ele. 

Serviço

O quê: Comédia romântica “Em casa a gente conversa”, com Juliana Knust e Cássio Reis
Onde: Teatro Amazonas, na rua 10 de Julho, Centro
Quando:  Sábado (1) às 20h e domingo (2) às 19h
Quanto: R$ 10 a meia-entrada e R$ 20 inteira
Informações:  (92) 3232 1768
Vendas: aloingressos.com.br ou na bilheteria do Teatro Amazonas

Publicidade
Publicidade