Publicidade
Entretenimento
CULTURA

Espetáculo ‘O hip hop é o lugar’ leva intervenções artísticas ao Teatro Amazonas

Elementos como música, dança, grafitti e batalhas de rimas serão apresentados no espetáculo. Objetivo da apresentação é mostrar o cotidiano da arte e cultura urbana 02/04/2018 às 12:32 - Atualizado em 06/04/2018 às 09:30
Show hip hop   o lugar
(Foto: Divulgação)
acritica.com Manaus (AM)

Com DJs, grafitti, beat box, popping, metais e arte urbana, o espetáculo “O hip hop é o lugar” promete agitar o Teatro Amazonas (avenida Eduardo Ribeiro, nº 659, Centro, zona sul) , nesta terça-feira (03/04). O projeto, que tem entrada gratuita, conta com o apoio da Secretaria de Estado de Cultura (SEC), por meio do Programa Espaço Aberto.

A programação terá início às 17h, na parte externa do Teatro Amazonas, onde a artista Deborah Erê confeccionará um painel de grafitti. De acordo com um dos organizadores do evento, Maykon Andrade, o painel será utilizado como cenário do espetáculo, que tem início marcado para às 20h. “As pessoas poderão conferir como se produz um grafitti ao vivo. O painel será pintado na parte externa e, logo em seguida, será levado para o palco, onde será utilizado como cenário”.

Elementos como música, dança, grafitti e batalhas de rimas - considerados bases do hip hop - serão apresentados no espetáculo. Maykon conta ainda, que o objetivo da apresentação é mostrar o cotidiano da arte urbana. “A apresentação trará vivências do cotidiano de cada elemento e pretende contar também como as comunidades de Manaus produzem arte e cultura”, comenta.

Compondo a trilha sonora do evento estão os DJs Carapanã e Marcos Tubarão, além da Banda Manauaras em Extinção. O ritmo break ficará por conta do grupo Nativos Crew, além das participação do músico Andrei Ambrósio nos metais.

Interatividade

Com intuito de promover uma maior interação com a plateia, o público que for assistir a apresentação poderá sugerir temas que serão usados por rimadores no palco. Para isso, uma caixa de sugestões será deixada na entrada do evento.

Alimentos não perecíveis também serão aceitos pelo grupo na entrada do evento. O que for arrecadado será doado para o instituto Casa Mamãe Margarida, que atende mulheres em situação de vulnerabilidade e risco social.

Publicidade
Publicidade