Publicidade
Entretenimento
Vida

Espetáculo ‘Sonho de Natal’ abre 13ª temporada nesta sexta-feira (12), em Manaus

Com o tema ‘Circo da Vida’, espetáculo chega à 13ª edição e terá sessões diárias até o dia 28 de dezembro, com exceção da véspera de Natal (24) 12/12/2014 às 12:56
Show 1
Shows deste ano trazem algumas músicas e danças inéditas
Jornal A Crítica Manaus (AM)

A 13ª edição do espetáculo “Um Sonho de Natal” começa nesta sexta-feira (12) e terá sessões diariamente até o próximo dia 28 — com exceção da véspera de Natal (24). Realizado anualmente pela Nova Igreja Batista (NIB), o evento tem como tema deste ano “O Circo da Vida”, com a história de Kasin, um grande domador de feras no passado.

“Ele é muito duro de coração e egoísta”, explicou o pastor Leandro Caiado, diretor-geral do espetáculo. No circo, além de muitos personagens, trabalham a esposa do dono, Najla, assistente de mágico; a filha Kayra, a bailarina do Circo; e Marcos e Marcondes, irmãos palhaços que tentam esconder tristeza com uma falsa alegria.

Em 2014, os personagens serão visitados por quatro anjos que irão lhes mostrar o verdadeiro sentido do Natal por meio de um mix de artes cristãs que, desde 2002, encanta milhares de pessoas. Na edição passada, por exemplo, cerca de 130 mil espectadores de todas as idades prestigiaram o musical.

“O circo sempre foi um local de arte e diversão, mas também de uma mensagem de alegria. Por isso, cremos que a temática circense é ótima, eficaz e poderosa para transmitir a mensagem cristã, que é levar aos homens a verdadeira felicidade, através do conhecimento do verdadeiro significado do Natal: o nascimento de Jesus Cristo”, ressaltou Caiado.

Novidades

A cada ano, novas artes de ponta e tecnologias são agregadas ao espetáculo, mobilizando mais de mil voluntários técnicos. São membros da igreja, que se tornam atores, dançarinos, artistas performáticos e os grupos técnicos – em que 99,9% deles não são artistas profissionais. O diretor-geral já adianta: esta será uma das edições mais prolíferas nas áreas artística e tecnológica.

Entre estes, pode-se citar um novo recurso a ser usado em cada um dos tambores e instrumentos de percussão, fazendo um jogo de luzes inédito que permitirá ao público não somente ouvir, mas também “ver” os sons. “Haverá uma nova dança chamada ‘Marionetes’, com dançarinos suspensos no ar”, revelou.

“Também haverá um elefante e um dinossauro, em tamanho natural, manipulados com alta tecnologia. Estes, serão ‘criados por Deus’ no auditório, que fará os espectadores sentirem como se estivessem participando da história”, adiantou.

Publicidade
Publicidade